Notícias

Banca de DEFESA: GUSTAVO DANILO NASCIMENTO LIMA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: GUSTAVO DANILO NASCIMENTO LIMA
DATA: 27/02/2015
HORA: 14:00
LOCAL: Auditorio do CCBS/HU
TÍTULO: Efeito da fotobiomodulação a laser sobre a viabilidade de fibroblastos expostos a medicamentos endodônticos
PALAVRAS-CHAVES: Citotoxicidade; Endodontia; Fototerapia; Fibroblastos
PÁGINAS: 38
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Odontologia
RESUMO:

O objetivo deste estudo in vitro foi avaliar o efeito da associação entre a fotobiomodulação a laser (FTL) e medicamentos intracanais na viabilidade de fibroblastos em diferentes tempos de exposição. Para o teste citotóxico foi estabelecido a cultura de fibroblastos 3T3 com densidade celular de 2x104 células / poço em placas de 96 poços. Foram utilizados dois medicamentos e divididos em grupos experimentais: hidróxido de cálcio - água destilada (HC), iodofórmio - água destilada (IO) e grupo controle células-meio de cultura (CTR), associados ou não a FTL. Eluatos dos medicamentos endodônticos foram preparados e colocados em contato com as células por períodos de 24h, 48h e 72h. Com relação a irradiação a laser foram duas sessões com intervalo de 6 horas, com laser AlGaInP emitindo radiação l660nm, densidade de potência de 10mW, densidade de energia de 3J/cm² durante 12s. Após cada tempo experimental, foi executado o ensaio colorimétrico, utilizando o reagente metiltetrazólio (MTT) e a leitura das placas realizada no espectrofotômetro utilizando a densidade óptica de 540nm. Para análise estatística foi utilizado ANOVA de 3-vias seguido pelo teste de Tukey. Nos resultados a interação tripla não foi significativa (P=0,053), mas todas as interações duplas foram (laser x medicação, P = 0,002; laser x tempo, P < 0,001; e medicação x tempo, P < 0,001). CRT quando irradiado apresentou diferença do não irradiado com uma maior taxa de viabilidade celular. Independente do uso da FTL, o controle teve maior viabilidade celular e HC a menor se apresentando como o mais citotóxico. Em 24h, o uso do laser reduziu a viabilidade celular, enquanto que o inverso foi observado na avaliação de 72h. E um aumento da citotoxicidade dos medicamentos endodônticos foi observado com o passar do tempo. Concluiu-se que todas medicações testadas são citotóxicas promovendo uma diminuição da viabilidade celular com o passar dos períodos experimentais, e quando associadas a FTL, alterações foram promovidas na viabilidade celular para 24 e 72h.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ANTÔNIO LUIZ BARBOSA PINHEIRO
Presidente - 1694366 - MARIA AMALIA GONZAGA RIBEIRO
Interno - 3545451 - PAULO RICARDO SAQUETE MARTINS FILHO
Notícia cadastrada em: 06/02/2015 14:13
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - bemtevi1.bemtevi1 v3.5.16 -r10787-147c949b3