Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: EDENIA DA CUNHA MENEZES

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: EDENIA DA CUNHA MENEZES
DATA: 15/07/2014
HORA: 09:00
LOCAL: A definir
TÍTULO: "INFLUÊNCIA DO HIPOTIREOIDISMO GESTACIONAL EXPERIMENTAL NA MEMÓRIA, ANSIEDADE E FUNÇÃO MOTORA DA PROLE DE RATAS"
PALAVRAS-CHAVES: hipotireoidismo congênito; sistema nervoso; memória; ansiedade; função motora; rato
PÁGINAS: 1
GRANDE ÁREA: Ciências Biológicas
ÁREA: Fisiologia
RESUMO:

Os hormônios tireoidianos (HTs) são essenciais para o desenvolvimento e exercem ações fisiológicas importantes na maturação do sistema nervoso central na vida intrauterina. Alterações na concentração dos HTs durante a gestação podem ser responsáveis pelo aparecimento de desordens comportamentais. Assim, o bom funcionamento da glândula tireóide materna, especialmente durante os primeiros meses da gravidez, desempenha um papel importante no desenvolvimento dos filhotes O objetivo do estudo foi investigar as repercussões da carência dos hormônios tireoidianos maternos durante a gestação na memória, ansiedade e função motora na prole de ratas. O hipotireoidismo foi induzido pela administração de metimazol 0,02% na água de beber, ad libitum em ratas prenhas do 9º dia de gestação até o dia do parto. Foram realizados os testes de alternação espontânea, reconhecimento de objetos, placa perfurada, paradigma da exploração livre e teste de catalepsia, em machos da prole de ratas. Os dados foram submetidos aos testes de homocedasticidade (Levene) e de normalidade (Shapiro-Wilks). Para dados paramétricos foram realizados os testes t de Student, teste t de uma amostra e ANOVA de duas vias, seguido do pós-teste de Bonferroni e os dados não paramétricos foram analisados pelo teste de Mann Whitney. De acordo com os resultados obtidos, no teste de alternação espontânea observou-se que a prole de mães hipotireoideanas (PMH) apresentou menor porcentagem de alternações completas quando comparada a prole de mães eutireoideanas (PME), tanto aos 75 quanto aos 120 dias pós-natal (DPN), (p<0,001; p<0,01, respectivamente). Aos 75 e 120 DPN, a PMH apresentou menor exploração do objeto novo (p=0,26; p=0,70, respectivamente). A PMH, aos 120 DPN apresentou menor índice de discriminação de objetos quando comparado ao seu controle (p< 0,01). No tempo total de exploração de objetos observou-se que a PMH tem menor tempo total de exploração do objeto independente da sessão, aos 120 DPN (p<0,01). Na catalepsia o tempo de permanência na barra para PMH foi superior quando comparada ao seu respectivo controle tanto aos 75 DPN (p < 0,05) quanto aos 120 DPN (p< 0,01). No teste de placa perfurada, a distância percorrida não diferiu estatisticamente entre os grupos, entretanto no Head-Dip, a PMH apresentou maior número de entradas da cabeça aos 75 DPN (p < 0,05) e aos 120 DPN (p< 0,05). No tempo total de permanência emHead-Dip, a PMH apresentou maior tempo de permanência em relação a PME apenas aos 120 DPN (p< 0,01). No paradigma da exploração livre, na variável distância percorrida, verificou-se que a PMH percorreu mais o aparato durante o teste quando comparada a PME somente aos 120 DPN (p<0,05). Para as variáveis Tempo de Exploração no Lado Novo e ‘Rearing’ no Lado Novo, não foram evidenciadas diferenças estatisticamente significativas em nenhuma das idades estudadas. Assim, este trabalho demonstrou que a carência de hormônios tireoideanos materno durante gestação afeta a memória, a ansiedade estado e a catalepsia da vida pós-natal da prole de ratos.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 1413352 - FLAVIA TEIXEIRA SILVA
Externo à Instituição - GIORDANO GUBERT VIOLA
Presidente - 1763997 - JOSE RONALDO DOS SANTOS
Notícia cadastrada em: 30/06/2014 15:10
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - bigua2.bigua2 v3.5.16 -r10803-399c5c35c