A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente
Notícias

Banca de DEFESA: BRUNO VINÍCIUS SILVEIRA ARAÚJO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: BRUNO VINÍCIUS SILVEIRA ARAÚJO
DATA: 18/08/2023
HORA: 08:00
LOCAL: Sala de Vídeo conferencias do PROEE
TÍTULO: Monitoramento de para-raios de ZnO com uso de redes neurais convolutivas e processamento de imagem
PALAVRAS-CHAVES: Detecção, Monitoramento, Para-raios, Termografia; visão computacional
PÁGINAS: 128
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia Elétrica
RESUMO:

O monitoramento e a manutenção preventiva de equipamentos elétricos de alta tensão são vitais para prevenir falhas e garantir o pleno funcionamento do Sistema Elétrico de Potência. Entre as diversas técnicas de monitoramento existentes, o monitoramento por infravermelho se destaca pela sua praticidade, segurança e, principalmente, pela capacidade de utilizar a temperatura como um indicador relevante da integridade estrutural e dos componentes dos equipamentos. Nesta dissertação, é proposto um método para o monitoramento da condição operacional de para-raios de ZnO a partir de medições térmicas do equipamento. Para isso, utilizou-se uma rede neural convolucional e processos de visão computacional com o objetivo de detectar, segmentar e extrair o perfil térmico destes equipamentos. Além disso, foi empregado um algoritmo para alinhar os perfis térmicos dos equipamentos permitindo a comparação dos perfis, similaridade e classificação da integridade operacional. Dessa forma, o método proposto permite uma avaliação mais acurada e abrangente de para-raios de ZnO, contribuindo para o monitoramento contínuo e o diagnóstico eficiente de equipamentos elétricos de alta tensão. Foram utilizadas e analisadas termografias de equipamentos de uma subestação com classe de tensão de 500 kV e termografias oriundas de ensaios em laboratório, nos quais ensaiaram-se equipamentos saudáveis e com defeitos intencionalmente inseridos. Ao aplicar o método proposto os índices de classificação foram condizentes, indicando corretamente tanto os equipamentos em condição normal de operação quanto os equipamentos defeituosos, apesar das variações devido ao erro de medição do termovisor, flutuações na distância e angulação e influências ambientais. Outrossim, avaliando os equipamentos saudáveis e com defeitos aplicados, o método proposto obteve assertividade de 100% na identificação da anomalia térmica, além de sua localização. Portanto, ao combinar a detecção por infravermelho, processamento de imagem e alinhamento dos perfis térmicos, foi possível identificar potenciais problemas, sua localização e classificar a integridade dos equipamentos, auxiliando na tomada de decisões relacionadas à manutenção preventiva e aumentando a segurança operacional do sistema elétrico.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1532728 - DOUGLAS BRESSAN RIFFEL
Externo à Instituição - EDMAR CANDEIA GURJÃO
Externo à Instituição - ESTÁCIO TAVARES WANDERLEY NETO

Notícia cadastrada em: 08/08/2023 12:32
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2024 - UFRN - bigua3.bigua3 v3.5.16 -r19181-717445561f