Notícias

Banca de DEFESA: ÉVILE SILVA DE LIMA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ÉVILE SILVA DE LIMA
DATA: 25/03/2020
HORA: 09:00
LOCAL: Sala de reuniões do Nippec no campus Prof. Alberto Carvalho/UFS
TÍTULO: O MÉTODO INSTRUÇÃO POR COLEGAS COMO ESTRATÉGIA DIDÁTICA NAS UNIDADES DE ENSINO POTENCIALMENTE SIGNIFICATIVAS: UM BREVE ESTUDO DE CASO NO TEMA PROTETOR SOLAR
PALAVRAS-CHAVES: Ensino de Química, Aprendizagem Significativa, UEPS, Instrução por Colegas, Peer Instruction.
PÁGINAS: 148
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Educação
SUBÁREA: Ensino-Aprendizagem
ESPECIALIDADE: Métodos e Técnicas de Ensino
RESUMO:

A partir das nossas práticas pedagógicas, entendemos que o ensino de ciências em sala de aula não consegue despertar o interesse dos alunos diante dos conteúdos expostos de forma somente expositiva, pois a mera transmissão de informações não faz sentido e não prepara o estudante para vida, logo faz-se necessário um processo de ensino e aprendizagem que seja significativa. A Unidade de Ensino Potencialmente Significativa – UEPS surge como alternativa para relacionar os novos conceitos e proposições com a própria estrutura cognitiva idiossincrática do aprendiz, que tem por finalidade facilitar uma aprendizagem que seja significativa, a partir da utilização de diversificadas estratégias de ensino e a participação ativa do aluno. No presente trabalho tivemos por objetivo investigar o Peer Instruction (Instrução por Colegas - IpC) como estratégia de ensino em uma UEPS sobre o tema Protetor Solar para turmas do ensino médio. Investigamos, mais especificamente, a evolução da aprendizagem dos estudantes a partir das questões conceituais e suas concepções em relação ao Peer Instruction como estratégia de ensino e a eficácia das discussões entre aluno-aluno. O referencial teórico utilizado foi o da Teoria da Aprendizagem Significativa e a metodologia foi de natureza qualitativa, na qual foi realizado um estudo de caso exploratório em uma turma de 20 estudantes do ensino médio da educação básica. Os dados foram coletados a partir das respostas as questões conceituais aplicadas durante a UEPS e entrevistas semiestruturadas referentes a estratégia IpC. Os resultados indicam indícios de uma aprendizagem potencialmente significativa, demonstrando o IpC como uma estratégia didática satisfatória no processo de ensino e aprendizagem a partir da sua utilização em UEPS. Quanto as concepções dos estudantes, apontaram que se sentiram estimulados com a “nova estratégia” por favorecer o diálogo e privilegiar atividades colaborativas, possibilitando uma avaliação mais dinâmica acerca da aprendizagem do tema em sala de aula.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2448855 - TIAGO NERY RIBEIRO
Interno - 1655045 - ERIVANILDO LOPES DA SILVA
Externo ao Programa - 2285496 - MARILENE BATISTA DA CRUZ NASCIMENTO
Notícia cadastrada em: 10/03/2020 15:30
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2021 - UFRN - bigua2.bigua2 v3.5.16 -r15440-bf36319aa9