Notícias

Banca de DEFESA: MIKAELY REIS SANTOS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MIKAELY REIS SANTOS
DATA: 11/02/2020
HORA: 14:00
LOCAL: Laboratório de Ensino de Biologia/DBCI/Itabaiana
TÍTULO: PERCEPÇÃO AMBIENTAL DE ESTUDANTES DO ENSINO FUNDAMENTAL SOBRE A CAATINGA
PALAVRAS-CHAVES: Percepção ambiental. Caatinga; Desenho infantil. Ensino fundamental.
PÁGINAS: 120
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Educação
RESUMO:

A Caatinga é um dos biomas brasileiros que sofre com a degradação ambiental ocasionada pela ação antrópica e pelo seu processo civilizatório moderno, colocando em risco a sua biodiversidade. Além disso, a ‘falta’ de conhecimento das pessoas sobre este bioma e a divulgação equivocada sobre sua imagem como um ambiente pobre e seco, tem colaborado para a sua desvalorização e deterioração, isso é preocupante. Partindo desse pressuposto, o presente estudo pretende analisar as percepções ambientais de estudantes do 7° ano do Ensino Fundamental sobre a Caatinga e sua biodiversidade em regiões do Litoral, Agreste e Sertão do Estado de Sergipe. Para isso, foi realizada a coleta de dados por meio da produção de desenhos e textos sobre esse bioma por parte dos discentes de seis escolas públicas municipais e estaduais das distintas regiões. Os dados coletados foram submetidos a análise de desenhos, com apoio dos códigos presentes no estudo de Günindi (2012) que já foram adaptados com base na fauna e na flora da Caatinga apresentadas no livro de Almeida-Cortez et al. (2007), enquanto a análise de textos descritivos foi baseada na Análise de Conteúdo de Bardin (2011). Os resultados obtidos foram no geral, dentre dos 55 desenhos e textos analisados, 51estudantes do Sertão, Agreste e Litoral (92,7%) atribuem a Caatinga tais características: o clima semiárido, os longos períodos de estiagem, pouca disponibilidade de água devido a irregularidade de chuva que resulta em um solo seco e quente, além da dificuldade de sobreviver neste ambiente. Embora, quatro estudantes (7,3%) (2 do Sertão, 1 do Litoral e 1 do agreste) caracterizam a Caatinga como úmida. Os estudantes, no geral, estão cientes da riqueza da biodiversidade que ela possui. Além disso, os estudantes do agreste e do sertão apontaram o marco histórico da “Rota do Cangaço” e tradição pega boi no mato, um aspecto cultural, este apontado pela aluna do sertão. Quanto ao estado de conservação do bioma, foi indicado por duas alunas do litoral alteração no mesmo, devido atividade humana. Contudo, os resultados apontam para uma percepção naturalista dos estudantes, ou seja, voltado para natureza, com pouquíssima relação com os contextos socioeconômico, cultural e histórico nos quais estão inseridos a presença humana. Deste modo, a conscientização de cada indivíduo se faz necessário e também de implementação de projetos sobre a Educação Ambiental voltada para o contexto escolar e as comunidades rurais e urbanas.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1641977 - MARCIO ANDREI GUIMARAES
Interno - 2448855 - TIAGO NERY RIBEIRO
Externo ao Programa - 1881178 - MARCOS VINICIUS MEIADO
Notícia cadastrada em: 16/01/2020 15:01
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2021 - UFRN - bigua2.bigua2 v3.5.16 -r15440-bf36319aa9