Notícias

Banca de DEFESA: MANOEL MESSIAS SANTOS ALVES

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MANOEL MESSIAS SANTOS ALVES
DATA: 05/02/2019
HORA: 14:00
LOCAL: Didatec
TÍTULO: VULNERABILIDADE ÀS IST/AIDS: desenvolvimento e validação de um instrumento de avaliação inspirado nas questões sociocientificas.
PALAVRAS-CHAVES: Ensino de Ciências, Educação em Saúde, Educação Básica, Desempenho escolar, Qsc
PÁGINAS: 160
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Educação
RESUMO:

As novas perspectivas dos processos de ensino e aprendizagem têm apontado a necessidade de construir instrumentos de avaliação escolar que contemplem, além do desenvolvimento de habilidades e competências cognitivas, sobretudo as esferas afetivas e comportamentais. Nesse sentido, buscamos discutir sobre as Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST) numa abordagem socioecológica da saúde, tendo em vista sua relevância para a emancipação dos alunos atuantes no contexto sociopolítico e ecológico do qual fazem parte, bem como suas relações com a educação em Ciência, Tecnologia, Sociedade e Ambiente (CTSA). Diante disso, esta pesquisa tem comoobjetivo geral analisar um instrumento de avaliação escolar envolvendo aspectos conceituais, procedimentais e atitudinais sobre a relação qualidade de vida e vulnerabilidade às IST/AIDS em ciências, para alunos do ensino médio. Assim, reconhecendo a importância de considerar o desempenho dos alunos como um indicativo da qualidade da educação, o instrumento de avaliação foi desenvolvido a partir de uma tentativa de aproximação com algumas características das questões sociocientíficas (QSC), como a dimensão política, apresentação de controvérsias, tomada de decisões com base em valores éticos, políticos e/ou morais e abordagem de conteúdos nas dimensões conceituais, procedimentais e atitudinais. Com efeito, para que um instrumento de coleta de dados possibilite documentar informações de maneira objetiva e sistemática é imprescindível que o mesmo seja desenvolvido com qualidade, por esse motivo, o questionário foi submetido a processos de validação. Optamos neste estudo realizar a validação de conteúdo, na qual contamos com a colaboração de um painel de especialistas, formado por uma equipe multiprofissional de educadores, pesquisadores e profissionais da saúde para avaliar o o instrumento e garantir assim, maior qualidade, credibilidade e precisão da mensuração dos critérios mensurados. Além dessa etapa, foi realizada também uma avaliação semântica do questionário com uma amostra de oito alunos representantes dos sujeitos da pesquisa, e após as adequações necessárias realizamos um teste piloto com quatro turmas do 3º ano do ensino médio, de escolas estaduais de Aracaju, e os dados produzidos nessas etapas foram processados e analisados estatisticamente com a utilização do software Statistical Package for Social Science (SPSS). Assim, o desenvolvimento e validação do instrumento de avaliação escolar proposto neste estudo corresponde a um importante produto tecnológico para o desempenho escolar de atitudes, sem a intenção de testar exclusivamente os conteúdos conceituais dos alunos sobre os temas abordados, visto que foi possível estabelecer uma reflexão dos dados obtidos com outros elementos não cognitivos da aprendizagem, podendo ser utilizado em diferentes contextos, conforme aprimoramento ou adequação à outras realidades.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1674029 - ALICE ALEXANDRE PAGAN
Interno - 1694328 - WELLINGTON BARROS DA SILVA
Externo à Instituição - DÁLIA MELISSA CONRADO
Notícia cadastrada em: 15/01/2019 10:05
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2021 - UFRN - fragata3.fragata3 v3.5.16 -r15368-99f189d34b