Notícias

Banca de DEFESA: JOANA KELLY SOUZA DOS SANTOS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JOANA KELLY SOUZA DOS SANTOS
DATA: 05/12/2017
HORA: 10:00
LOCAL: Laboratório de Ensino de Matemática
TÍTULO: APROPRIAÇÕES DO MÉTODO INTUITIVO DE CALKINS NAS ORIENTAÇÕES PARA O ENSINO DE SABERES GEOMÉTRICOS EM REVISTAS PEDAGÓGICAS BRASILEIRAS (1890-1930)
PALAVRAS-CHAVES: Saberes Geométricos. Método Intuitivo de Calkins. Apropriação. Revistas Pedagógicas.
PÁGINAS: 100
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Educação
RESUMO:

Neste texto é apresentado o resultado de uma pesquisa com o objetivo de caracterizar apropriações do método intuitivo de Calkins nas orientações para o ensino de saberes geométricos para o ensino primário, presente em exemplares de revistas pedagógicas brasileiras do período de 1890 a 1930, localizadas no repositório da UFSC. Foram adotados os entendimentos de Chartier (2003) para apropriação, Calkins (1886/1950) para a compreensão de princípios do método intuitivo e Leme da Silva (2015) para saberes geométricos. A opção por examinar o método intuitivo a partir de Calkins (1886/1950) pode ser justificada por sua identificação, em pesquisas brasileiras, como uma referência para o método intuitivo. Por meio do exame das fontes, foram identificados que as orientações para os saberes geométricos perpassavam por dois caminhos: explícito e implícito. No primeiro caso, quando os autores utilizavam expressões como lições de coisas ou Calkins no texto e implícito quando foi possível identificar usos dos princípios do método como defendido por Calkins. Com base nesses caminhos é possível caracterizar apropriações a partir da forma como os saberes geométricos estavam relacionados ao ensino das linhas, pontos, ângulos, formas geométricas, figuras geométricas e sólidos geométricos, que tinha o objetivo de estimular os sentidos da criança, principalmente a partir da vista. Os autores adotavam princípios do método intuitivo de Calkins (1886/1950) partindo, principalmente, do diálogo, instigando os alunos a ver os desenhos ou objetos e formar sentenças sobre os mesmos. A comparação, associação e classificação também foram identificadas no tratamento da educação da vista. A partir dessa constatação, é possível afirmar que as apropriações dos autores estavam relacionadas ao uso dos princípios de duas formas diferentes: com ênfase no uso de objetos ou a partir da imaginação da criança. Dessa forma, os autores que tratavam do método intuitivo de Calkins (1886/1950) tanto explícito como implicitamente para o ensino de saberes geométricos se apropriaram do princípio de educar a vista, uma vez que nas recomendações para o ensino a observação ganhava destaque.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1546518 - IVANETE BATISTA DOS SANTOS
Interno - 574.597.205-00 - LAERTE SILVA DA FONSECA
Externo à Instituição - MARIA CÉLIA LEME DA SILVA
Notícia cadastrada em: 22/11/2017 15:47
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2021 - UFRN - bigua3.bigua3 v3.5.16 -r15440-bf36319aa9