Notícias

Banca de DEFESA: MARCELA SANTOS DE ALMEIDA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MARCELA SANTOS DE ALMEIDA
DATA: 01/04/2014
HORA: 09:30
LOCAL: AUDITÓRIO DA DIDÁTICA II - PISO SUPERIOR
TÍTULO: ANÁLISE DE UM PROCESSO DE ELABORAÇÃO DE UM TESTE DE DESEMPENHO EM CIÊNCIAS
PALAVRAS-CHAVES: Teste de desempenho; Processo de elaboração; Equipe multidisciplinar
PÁGINAS: 117
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Educação
RESUMO:

Propomos investigar o processo de elaboração de um banco de questões de Português, Matemática e Ciências a fim de constituir um teste de desempenho, que se insere no contexto de uma proposta de trabalho colaborativo desenvolvido por um grupo de estudo multidisciplinar. Nosso objetivo foi descrever e analisar os processos de elaboração do teste de desempenho em Ciências. As características da análise do processo foram fundamentadas em alguns conceitos do Design Instrucional. Esse trabalho apresenta uma abordagem qualitativa. Partimos de uma perspectiva teórico-descritiva por trabalhar com uma significativa variedade de situações ou fenômenos educacionais advindos da construção coletiva do teste de desempenho e das percepções dos integrantes dos grupos de trabalho. A coleta dos dados foi viabilizada por meio da técnica de observação participante que permitiu uma descrição e análise dos elementos envolvidos em episódios coletados durante os meses de janeiro de 2012 a março de 2013, a partir de relatos de conversas informais com alguns professores, alunos de iniciação científica e das transcrições de gravações de seis reuniões de elaboração. Quanto a análise dos dados, as observações de relatos dos episódios selecionados foram analisadas a partir de duas categorias construídas a priori, e extraídas do referencial teórico do Design Instrucional. Elaboramos 2 categorias com subcategorias, a ver: categoria 1 – Concepção e 2 – Execução. A primeira aborda as seguintes subcategorias: Análise, Design, Desenvolvimento; e a segunda, abrange: Implementação e Avaliação. Observamos que a intenção do grupo não foi a construção de um novo teste, mas a elaboração de novas formas de questões que contemplassem uma contextualização em temas norteadores e maior simplicidade em sua leitura para facilitar também o alcance de alunos com dificuldades de aprendizagem. Além disso, notamos que o grupo utilizou a matriz de referência de Português e Matemática para a elaboração do teste, mas a matriz de referência para as questões de Ciências era diferente, pois ela abrangeu as preocupações de professores com experiência em sala de aula, de alunos de graduação e também a de pesquisadores, mestrandos e doutores. Esse diálogo entre as distintas abordagens pode fazer da nossa matriz original. Assim, percebemos que o trabalho colaborativo do grupo de estudo multidisciplinar pode ter inovado na forma de elaboração de questões para teste de desempenho escolar, visto que as matrizes de referências dos outros teste nacionais como Prova Brasil e Provinha Brasil não apresentam uma participação intensa de professores de educação básica na construção das mesmas, e mais, não há uma matriz de Ciências clara e objetiva para todos os anos avaliados. Nesse sentido, o grupo apresentou algumas características do Design Instrucional ao desenvolver uma metodologia de maneira colaborativa que pode enriquecer a forma de pensar, agir e resolver problemas, criando possibilidades de sucesso na proposta de desenvolver um conjunto de questões didáticas para serem inseridas em um programa para avaliação de desempenho em Ciências, com intuito de atender também alunos com dificuldades de aprendizagem.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1674029 - ACACIO ALEXANDRE PAGAN
Interno - 2523631 - ELIANA MIDORI SUSSUCHI
Externo à Instituição - MARIA JOSÉ FONTANA GEBARA
Notícia cadastrada em: 12/03/2014 18:00
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2021 - UFRN - bigua2.bigua2 v3.5.16 -r15440-bf36319aa9