Notícias

Banca de DEFESA: ASSICLEIDE DA SILVA BRITO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ASSICLEIDE DA SILVA BRITO
DATA: 14/05/2013
HORA: 09:30
LOCAL: LABORATÓRIO DE ENSINO DE QUIMICA
TÍTULO:

IDENTIDADE E FORMAÇÃO DOCENTE: MEMÓRIAS E NARRATIVAS DE EGRESSOS/AS DA 1ª TURMA DE LICENCIATURA EM QUÍMICA DE UMA UNIVERSIDADE PÚBLICA DO AGRESTE SERGIPANO


PALAVRAS-CHAVES:

I

Identidade docente, Saberes docentes, Histórias de vida, Formação de professores de Química.


PÁGINAS: 177
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Educação
SUBÁREA: Ensino-Aprendizagem
ESPECIALIDADE: Métodos e Técnicas de Ensino
RESUMO:

Os estudos sobre a construção da identidade e dos saberes docentes destacam que a formação de professores/as é um processo em permanente (trans)formação. É durante essa atuação e/ou continuidade da sua formação acadêmica que os/as professores/as vão adquirindo experiências, saberes e construindo a identidade profissional. A partir dessas reflexões que norteiam a formação de professores/as tem-se desenvolvidos alguns estudos em um curso de formação de professores/as de Química. Esses estudos se inserem numa investigação que tem como objetivo compreender a construção da identidade docente dos/as acadêmicos/as ingressos/as na primeira turma do Curso de Licenciatura em Química, da Universidade Federal de Sergipe. Nesta perspectiva, esta dissertação tem como objetivo geral analisar alguns elementos constituintes da (re)construção da identidade e formação docente de professores/as de Química a partir das narrativas de Histórias de Vida dos/as  egressos/as da primeira turma do curso de  Licenciatura em Química (CLQ/SE), em 2010. Na realização desta investigação buscou-se como objetivos específicos conhecer o perfil dos/as iniciantes na atuação profissional em Licenciatura em Química; identificar quais as expectativas dos/as iniciantes em relação à atuação profissional; explicitar qual a relação entre os/as professores/as de memória desses/as iniciantes e sua atividade atual, seja como professores/a, mestrando/a ou outra atividade; identificar as visões dos/as iniciantes na atuação profissional sobre ser professor/a e a docência em Química no contexto da formação de professores/as e no ensino e aprendizagem no Brasil; e investigar e compreender as relações estabelecidas por eles/as entre os elementos da sua formação inicial e sua atuação pedagógica, acadêmica e/ou profissional atual. Teve como referencial metodológico a pesquisa qualitativa, através do método História de Vida. São apresentadas as narrativas de sete professores/as em início da atuação profissional. As narrativas possibilitaram aprofundar nas experiências profissionais e as mudanças causadas na formação desses/as professores/as. Durante a formação acadêmica e experiência profissional vários elementos foram importantes para a definição da atuação profissional e continuidade da mesma. No desenrolar das histórias dos/as professores/as são levantadas várias discussões sobre as ações da atividade docente e do ensino de Química que leva-nos expressar a importância de aprofundar os estudos sobre as relações que esses/as professores/as estabelecem ao longo da sua trajetória profissional, como também continuar refletindo sobre as diferentes questões que envolvem a formação de professores/as e o ensino de Química.

 


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1212624 - EDINEIA TAVARES LOPES
Externo à Instituição - LENIR BASSO ZANON
Presidente - 1545817 - MARIA BATISTA LIMA
Notícia cadastrada em: 10/05/2013 09:22
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2021 - UFRN - fragata3.fragata3 v3.5.16 -r15368-99f189d34b