A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente
Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: LINCOLN VITOR SANTOS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LINCOLN VITOR SANTOS
DATA: 31/07/2012
HORA: 09:00
LOCAL: Sala 1 do PRODEMA
TÍTULO:

MICROBIOTA DA OROFARINGE DE PROFISSIONAIS DA REDE HOSPITALAR PÚBLICA MUNICIPAL DE ARACAJU/SE


PALAVRAS-CHAVES:

Staphylococcus aureus; Microbiota oral; Profissional de Enfermagem; Infecções bacterianas.

 


PÁGINAS: 33
GRANDE ÁREA: Ciências Biológicas
ÁREA: Microbiologia
SUBÁREA: Biologia e Fisiologia dos Microorganismos
ESPECIALIDADE: Bacterologia
RESUMO:

Tem-se dado ênfase aos estudos de rastreamento de cepas de Staphylococcus aureus que colonizam as vias aéreas superiores de indivíduos suscetíveis, saudáveis e até de profissionais de saúde. Este microrganismo apresenta características especiais, como a alta virulência e a resistência à descolonização. Especialistas aconselham a vigilância ativa de pessoas colonizadas com S. aureus para prevenir infecções em ambiente hospitalar. As vias aéreas e as feridas abertas são os sítios mais importantes de colonização. Esta pesquisa de campo, descritiva, qualitativa e quantitativa, está sendo desenvolvida nas Unidades de Pronto Atendimento da Secretaria Municipal de Saúde de Aracaju/SE, cujo objetivo é detectar e caracterizar isolados de Staphylococcus aureus da orofaringe dos profissionais de Enfermagem destas unidades. Os sujeitos foram abordados no local de trabalho e questionados sobre o desejo de participar do estudo. Uma vez assinado o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido e respondido o questionário, realizou-se coleta de amostra da orofaringe, com swab esterilizado, transportado em meio de Stuart. O processamento laboratorial consistiu no semeio em placas de Petri, contendo o meio de cultura seletivo ágar manitol salgado.  As colônias típicas de Staphylococcus foram isoladas e submetidas a testes de triagem e identificação: coloração de Gram, teste da catalase e teste da coagulase. Até o presente momento, participaram 75 sujeitos. Aproximadamente, 230 UFC’s foram isoladas, das quais 81% eram douradas in natura, 99% eram cocos, 38% agrupavam-se como estafilococos e 23% mostraram-se positivas para Gram, catalase e coagulase, simultaneamente. Do total, 29% dos sujeitos são portadores de S. aureus, todos do sexo feminino, predominando os Auxiliares de Enfermagem, na faixa etária entre 30 a 39 anos, que atuam na Urgência Adulta e tem de 6 a 10 anos de profissão. Quatro cepas demonstraram resistência à oxacilina e cinco, à penicilina.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 2660293 - ANTONIO MARCIO BARBOSA JUNIOR
Interno - 2213089 - RICARDO SCHER
Interno - 426581 - RITA DE CASSIA TRINDADE
Presidente - 1039375 - VERA LUCIA CORREA FEITOSA

Notícia cadastrada em: 19/07/2012 10:18
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2023 - UFRN - ema2.ema2 v3.5.16 -r18291-d8b5d91c4a