A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente
Notícias

Banca de DEFESA: HENRIQUE FRANCISCO DE ALMEIDA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: HENRIQUE FRANCISCO DE ALMEIDA
DATA: 23/08/2023
HORA: 09:00
LOCAL: DIDATICA VII, SALA 302
TÍTULO: DETECÇÃO DE GENES DE RESISTÊNCIA A ANTIBIÓTICOS EM GRANJAS AVÍCOLAS DO ESTADO DE SERGIPE
PALAVRAS-CHAVES: Resistência bacteriana. Disseminação de Resistência. Avicultura. Promotores de Crescimento
PÁGINAS: 73
GRANDE ÁREA: Ciências Biológicas
ÁREA: Microbiologia
SUBÁREA: Biologia e Fisiologia dos Microorganismos
ESPECIALIDADE: Bacterologia
RESUMO:

A resistência a antibióticos tem se tornado um grave problema a nível de saúde pública. O principal fator de disseminação da resistência está no uso indiscriminado e/ou inadequado desses medicamentos. Os antibacterianos são utilizados em larga escala tanto na medicina humana quanto veterinária. No âmbito veterinário, utiliza-se esses medicamentos para fins profiláticos, terapêuticos e como agentes promotores de crescimento. O uso irracional de antibióticos na produção animal, incluindo no setor avícola, está relacionado à disseminação de antibióticos e de genes de resistência a antibióticos (GRAs) no meio ambiente. GRAs têm sido reconhecidos pela Organização Mundial da Saúde como micropoluentes emergentes que representam risco potencial para o meio ambiente e para o homem. Por esse motivo, o presente estudo tem a finalidade de investigar a presença de GRAs em camas de frango provenientes de granjas localizadas no Estado de Sergipe. As amostras foram coletadas em granjas localizadas em diferentes cidades do Estado de Sergipe. Foi realizada a extração de DNA total das amostras, com subsequente amplificação através da Reação em Cadeia da Polimerase (PCR) utilizando primers para os genes de resistência a antibióticos selecionados: tetA, tetB, tetG, tetM, gyrA, qnrS, blaTEM, ermB, sul-1 e mcr-1. Os GRAs foram confirmados em todas as amostras. A maior positividade de resistência foi obtida para os antibióticos tetraciclinas (tetA, tetM e tetG), quinolonas (gyrA e qnrS), beta-lactâmicos (blaTEM), macrolídeos (ermB) e sulfonamidas (sul-1). A identidade dos genes amplificados nesse estudo foi confirmada pelo sequenciamento e comparação com o banco de dados do Genbank. Eles apresentaram similaridade com determinantes de resistência presentes em bactérias Gram-positivo e Gram-negativo de diferentes espécies, com predominância das enterobactérias. Esses resultados indicam o potencial da criação avícola no Estado de Sergipe na disseminação de GRAs no meio ambiente.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1838864 - ANA ANDREA TEIXEIRA BARBOSA
Externo à Instituição - SONA ARUN JAIN
Externo à Instituição - ALINE DIAS PAIVA

Notícia cadastrada em: 14/08/2023 16:38
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2024 - UFRN - bigua2.bigua2 v3.5.16 -r18966-bf93dfabd7