A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente
Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: IRACEMA BISPO DOS SANTOS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: IRACEMA BISPO DOS SANTOS
DATA: 29/09/2022
HORA: 15:00
LOCAL: online
TÍTULO: INVESTIGAÇÃO DE ALPHAVIRUS E FLAVIVIRUS EM CULICÍDEOS NO MORRO DO URUBU, ZOOLÓGICO DE ARACAJU – SE
PALAVRAS-CHAVES: Zoológico; Arboviroses; Mosquitos; Epidemias; Ecologia de vetores
PÁGINAS: 40
GRANDE ÁREA: Ciências Biológicas
ÁREA: Parasitologia
RESUMO:

A febre amarela apresentou recente expansão no país, com detecção desse vírus emáreas de Mata Atlântica, em parques da região Sudeste e estados da regiãoNordeste. Nesse cenário epidemiológico, destaca-se o zoológico de Aracaju-SE, noMorro do Urubu pela receptividade para instalação do ciclo desse vírus devido àpresença de primatas não humanos e possíveis vetores. Este trabalho objetiva avaliara presença de vetores silvestres, bem como a sua infecção natural por Alphavírus eFlavivírus nas áreas de mata e de visitação pelo público. Foram realizadoslevantamentos entomológicos de mosquitos adultos e imaturos e a próxima etapaconsistirá em testes moleculares para avaliação da infectividade. Coletas de imaturosforam realizadas por meio de ovitrampas instaladas em duas alturas, em área decirculação de pessoas e de mata. Paralelamente foi realizada a captura de mosquitosadultos por meio de aspiração manual. Em 18 semanas foram coletados 6.567 ovos,sendo a maioria deles oriundos das armadilhas na área aberta e na altura 1m. Até opresente momento ocorreram três espécies nas coletas de imaturos: Aedesalbopictus, Ae. aegypti e Toxorhynchites theobaldi, sendo Ae. albopictus a maisabundante. Na aspiração de adultos a riqueza foi de 11 espécies, sendo as maisabundantes Ae. scapularis, Ae. albopictus e Ae. taeniorhynchus, com maiorfrequência na mata. Os resultados apontam que os visitantes do zoológico quecirculam em áreas abertas terão menor chance de serem picados pelos mosquitos doque os visitantes que decidirem fazer trilha dentro da mata. O levantamento indica orisco de transmissão de arboviroses na área da APA, tendo em vista a abundânciadas espécies vetoras. As principais espécies silvestres de febre amarela não foramregistradas até o momento.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - LETICIA SILVA MARTEIS
Presidente - 1516901 - ROSELI LA CORTE DOS SANTOS
Externo ao Programa - 1647105 - WAGNER WELBER ARRAIS DA SILVA

Notícia cadastrada em: 14/09/2022 11:07
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2022 - UFRN - ema2.ema2 v3.5.16 -r18160-36a7f68df5