A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente
Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: ADRIANA DOS SANTOS ESTEVAM

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ADRIANA DOS SANTOS ESTEVAM
DATA: 28/07/2017
HORA: 08:00
LOCAL: Miniauditório do CCET - Capmus São Cristóvão
TÍTULO: Avaliação da atividade de formulações comerciais de repelentes sobre Mosquitos Aedes aegypti (Diptera- culicidae)
PALAVRAS-CHAVES: Controle de vetores, Zika, Dengue, DEET, arboviroses
PÁGINAS: 25
GRANDE ÁREA: Ciências Biológicas
ÁREA: Parasitologia
SUBÁREA: Entomologia e Malacologia de Parasitos e Vetores
RESUMO:

As arboviroses como a Dengue, Zika e Chikungunya são doenças de disseminação rápida, transmitidas pela picada do mosquito fêmea Aedes aegypti. A vigilância a doença é feita por medidas de controle por meio de campanhas de eliminação do vetor e proteção individual. Com o aumento das doenças causadas por esses arbovírus e alto riscos para gestantes e mulheres em idade fértil, devido a que o zika vírus leva ao comprometimento do cérebro com surtos de microcefalia em recém – nascidos, o uso de repelentes tornou-se a principal recomendação como medida de proteção individual contra a picada do mosquito Ae. aegypti. Assim os objetivos desse trabalho serão avaliar a eficácia dos repelentes utilizados comercialmente sobre o Aedes aegypti, analisar o tempo de proteção das formulações de repelentes comerciais e comparar a eficácia dos diversos princípios ativos disponíveis no mercado. Será utilizado um método padrão da Organização Mundial da Saúde para avaliar a sensibilidade do mosquito através da estimativa de tempo de proteção completa do repelente, os testes foram realizados em laboratório em condições semelhantes ao insetario. Realizada a criação dos mosquitos, no total produzidos 2000 larvas sendo alimentadas por ração para peixe, posteriormente acondicionados em gaiolas apropriadas e assim que nasciam os adultos eram alimentados com sacarose, foram separados os mosquitos fêmeas no total de 50 para cada experimento. Dos três produtos utilizados para os testes de repelência o DEET puro a 10% mostrou melhor tempo de proteção, em relação as marcas OFF Family e Baruel. Os dados serão analisados pelo Bioestat para calcular a mediana do TPC e o intervalo de confiança


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1516901 - ROSELI LA CORTE DOS SANTOS
Externo ao Programa - 1337195 - SOCRATES CABRAL DE HOLANDA CAVALCANTI
Externo à Instituição - LETICIA SILVA MARTEIS

Notícia cadastrada em: 27/06/2017 11:06
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2023 - UFRN - dragao2.dragao2 v3.5.16 -r18277-8067e35817