A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente
Notícias

Banca de DEFESA: SAULO VINÍCIUS SOUZA BARBOSA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: SAULO VINÍCIUS SOUZA BARBOSA
DATA: 31/05/2019
HORA: 14:00
LOCAL: Sala de aula do PPGS
TÍTULO: "INTERNET, POLÍTICA E REPRESENTAÇÃO: O USO DE REDES SOCIAIS POR CANDIDATOS A DEPUTADO ESTADUAL EM SERGIPE (2018)"
PALAVRAS-CHAVES: Eleições (2018), Sergipe; Rede Sociais, Profissionalização da política; Representação
PÁGINAS: 105
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Sociologia
RESUMO:

Esta dissertação tem como objeto o uso de redes sociais pelos candidatos a deputado estadual em Sergipe nas eleições de 2018. O trabalho analisa a relação entre posição social, carreira política, visibilidade e uso das redes sociais. Para isso, baseia-se em um banco de dados construído a partir dos dados informados ao TSE pelos 329 candidatos acrescidos dos números de seguidores possuídos no Facebook, Instagram, Twitter e YouTube. A pesquisa divide-se em suas etapas. A primeira, de caráter quantitativo, consiste em uma análise de correspondências múltiplas na qual buscou-se compreender como a posse de alto número de seguidores está relacionada ao sucesso eleitoral e quais trajetórias sociopolíticas se beneficiam eleitoralmente desse recurso. A segunda, consistiu no exame qualitativo do uso das redes sociais de quatro candidatos eleitos. Assim, observou-se a (I) existência de estratificação dos candidatos quanto ao número de seguidores; (II) a forte relação entre alto número de seguidores e sucesso eleitoral; (III) a concentração do número de seguidores entre políticos profissionais, experientes e pertencentes aos grupos que dominam a política estadual; (IV) os candidatos usam as redes sociais para construir um vínculo de representação com determinada parcela do eleitorado, o que não constitui uma ruptura com as práticas políticas offline. Tudo isso, leva a concluir que as redes sociais são um recurso político importante; contudo, elas não estão necessariamente promovendo uma renovação do campo político.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 3359639 - IVAN FONTES BARBOSA
Interno - 1494768 - MARCELO ALARIO ENNES
Externo à Instituição - VERONICA TEIXEIRA MARQUES

Notícia cadastrada em: 13/05/2019 13:00
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2022 - UFRN - dragao3.dragao3 v3.5.16 -r17743-f9ff511828