A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados). Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Aceito
Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: GILVAN SANTANA DE JESUS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: GILVAN SANTANA DE JESUS
DATA: 08/12/2021
HORA: 14:30
LOCAL: Google Meet
TÍTULO: O PROCESSO ELEITORAL BRASILEIRO DE 2018 SOB O OLHAR DA ANÁLISE DE DISCURSO: A PRISÃO DE LULA E O ATENTADO A BOLSONARO NA IMPRENSA DIGITAL
PALAVRAS-CHAVES: Análise de Discurso. Acontecimento discursivo. Eleições de 2018 no Brasil. Mídia jornalística digital. Polarização.
PÁGINAS: 172
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Lingüística
SUBÁREA: Teoria e Análise Lingüística
RESUMO:

Esta tese de doutoramento tem por objetivo central compreender o modo como as eleições presidenciais de 2018 no Brasil são significadas na/pela imprensa digital. Para isso, a pesquisa toma como aporte teórico-metodológico a Análise de Discurso de tradição francesa, mais especificamente, de base materialista, que tem em Michel Pêcheux um precursor. Nossos gestos de interpretação procuram particularizar esse processo eleitoral a partir da análise das capas de jornais e revistas, em circulação no espaço digital/virtual, a respeito de dois importantes e decisivos fatos da conjuntura política pré-eleitoral, a saber: a) a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), ocorrida no dia 07 de abril de 2018; b) e o atentado ao então candidato à presidência da República, Jair Messias Bolsonaro (à época, filiado ao PSL), ocorrido no dia 06 de setembro do mesmo ano. Os sentidos que estão em circulação nesse período, afinal, vão produzir ressonâncias (SERRANI, 1993) na maneira como a mídia jornalística repercutirá assuntos concernentes às eleições. O trabalho está estruturado em quatro capítulos, sendo um metodológico, um teórico e dois analíticos, respectivamente: I. “Construindo o método em Análise de Discurso: sobre a lógica disjuntiva que atravessa o processo eleitoral”; II. “Dispositivo teórico da Análise de Discurso: o lugar do outro na constituição do sujeito”; III. “A prisão de Lula como acontecimento discursivo: efeitos de sentido de cumprimento da democracia”; IV. “O atentado a Bolsonaro como acontecimento discursivo: efeitos de sentido de rompimento da democracia”. Esse movimento comparativo de análise entre os dois episódios mencionados possibilitou-nos a observação de um cenário fortemente tomado por um antagonismo bilateral, fenômeno que, no Brasil, já vem se constituindo há algum tempo como um sentido evidente e que apaga uma possibilidade outra de os eleitores votarem. Dessa forma, nota-se como os efeitos de sentido de “bipolarização” e de uma “lógica disjuntiva” (PÊCHEUX, 2015) afetam a construção do processo eleitoral na mídia jornalística. Além disso, verificamos também como os sentidos de democracia estão, recorrentemente, em disputa: por um lado, a prisão de Lula é significada como o caminho legítimo e democrático a se percorrer, sendo construída, assim, como o desfecho esperado; em contrapartida, o atentado a Bolsonaro constitui-se como um episódio antidemocrático, que não apenas produz uma ruptura com os ideais democráticos do país como também sensibiliza o (e)leitor quanto a esse atentado. Nessa perspectiva, defendemos a tese de que a eleição de Jair Bolsonaro vai sendo construída, discursivamente, na imprensa digital, ela acontece. Com o desenvolvimento desta pesquisa, fornecemos meios para uma melhor compreensão do cenário político-eleitoral do Brasil atual, observando o modo como a memória discursiva se atualiza, sempre na tensão entre algo que se repete e estrutura o processo eleitoral e algo que rompe, desliza e escapa ao domínio do sujeito (PÊCHEUX, 2015; ORLANDI, 2015).

 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1198351 - WILTON JAMES BERNARDO DOS SANTOS
Interno - 6426475 - MARIA LEONIA GARCIA COSTA CARVALHO
Interno - 1305011 - FABIO ELIAS VERDIANI TFOUNI
Externo à Instituição - SILMARA CRISTINA DELA DA SILVA

Notícia cadastrada em: 29/11/2021 14:33
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2022 - UFRN - fragata2.fragata2 v3.5.16 -r16940-437a7ad548