UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 13 de Outubro de 2019


DFO

DEPARTAMENTO DE FONOAUDIOLOGIA

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE

Projetos de Pesquisa


: Visualizar Detalhes do Projeto de Pesquisa
ANDREA MONTEIRO CORREIA MEDEIROS
2017, Investigação da Motricidade Orofacial e habilidades alimentares em lactentes com microcefalia
2016, Avaliação e caracterização antropométrica orofacial de recém-nascidos com microcefalia
2016, Investigação da prontidão da mamada e aleitamento materno em recém-nascidos com microcefalia
2015, Estudo comparativo das habilidades sensório motoras entre recém-nascidos a termo e prematuro
2014, Efeitos da estimulação gustativa em humanos: estudo comparativo entre recém-nascidos a termo e prematuro
2013, TÉCNICAS DE ALIMENTAÇÃO UTILIZADAS COM RECÉM-NASCIDOS DE RISCO
2012, Transição da técnica de alimentação por sonda enteral para seio materno em recém-nascidos internados em uma Unidade Canguru
BRENDA CARLA LIMA ARAÚJO
2019, CARACTERIZAÇÃO DO SISTEMA ESTOMATOGNÁTICO EM ADULTOS COM ASMA E RINITE
2016, CARACTERIZAÇÃO DO SISTEMA ESTOMATOGNÁTICO DE CRIANÇAS COM RINITE E ASMA
2015, CARACTERIZAÇÃO DA DISFAGIA OROFARÍNGEA DOS PACIENTES INTERNADOS NO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO
2014, CARACTERIZAÇÃO DAS DISFAGIA OROFARÍNGEA EM CRIANÇAS COM PARALISIA CEREBRAL
CARLOS KAZUO TAGUCHI
2019, SÍNDROME DA FRAGILIDADE DO IDOSO
2019, A AUDIÇÃO NA SENESCÊNCIA
2018, INTERVENÇÃO FONOAUDIOLÓGICA NOS DISTÚRBIOS DO EQUILÍBRIO CORPORAL
2018, ESTUDO DA QUALIDADE DE VIDA NOS DISTÚRBIOS DO EQUILÍBRIO CORPORAL
2017, TELEMETRIA DE RESPOSTA NEURAL NO IMPLANTE COCLEAR
2017, VARIAÇÕES DAS MEDIDAS DE IMPEDÂNCIA DO IMPLANTE COCLEAR
2016, QUEDAS E SENESCÊNCIA
2016, SENESCÊNCIA E QUALIDADE DE VIDA
2015, O EQUILÍBRIO NA SENESCÊNCIA
2015, SENESCÊNCIA: INCIDÊNCIA E REDUÇÃO DE RISCOS DE QUEDAS
2014, QUALIDADE DE VIDA E RISCOS PARA QUEDAS
2014, RISCOS PARA QUEDAS E SUAS RELAÇÕES COM INDICADORES SOCIECONÔMICOS E CULTURAIS
2013, PROGRAMA DE INTERVENÇÃO PARA RISCO DE QUEDAS
2013, A AVALIAÇÃO DO EQUILÍBRIO FUNCIONAL EM IDOSOS ATIVOS
2012, DESENVOLVIMENTO DAS HABILIDADES AUDITIVAS DE CRIANÇAS DE 19 A 36 MESES
2012, AVALIAÇÃO DO EQUILÍBRIO FUNCIONAL EM IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS DE SERGIPE
CLAUDIA SORDI
2017, CARACTERÍSTICAS FONÉTICO-FONOLÓGICAS DA FALA SERGIPANA EM ESCOLARES DO ENSINO FUNDAMENTAL I E SUA RELAÇÃO COM A AQUISIÇÃO DO SISTEMA ALFABÉTICO
2016, COMPETÊNCIA LEITORA DE ALUNOS DO ENSINO FUNDAMENTAL PÓS TREINAMENTO AUDITIVO-FONOLÓGICO
2015, Análise da influência da aplicação de Kinesio Taping na redução da sialorréia em pacientes com Paralisia Cerebral.
2014, CARACTERIZAÇÃO DA PREVALÊNCIA DAS ALTERAÇÕES FONOAUDIOLÓGICAS EM ESCOLARES DE ESCOLA PÚBLICA NA CIDADE DE ARACAJÚ – SE
EUGÊNIA HERMINIA OLIVEIRA VALENÇA
2019, EFEITOS DA TERAPIA COM EXERCÍCIO DE TRATO VOCAL SEMIOCLUÍDO E TREINAMENTO DE CORAL EM ANÕES DE ITABAIANINHA (SERGIPE)
2018, Efeito do Exercício de trato vocal semi-ocluído em treinamento de coral no Conservatório de Música de Sergipe.
2017, Intervenção Fonoaudiológica em Coral De Anões de Itabaianinha (Sergipe)
2015, Análise Acústica da Voz em indivíduos com Deficiência Isolada do Hormônio do crescimento (GH) após tratamento.
2015, Aquecimento Vocal de Coristas da UFS: Exercício de Fonação em tubos.
LIVIA MIRANDA DE OLIVEIRA
2018, INTERVENÇÃO FONOAUDIOLÓGICA NAS AFASIAS
2017, A COMPETÊNCIA NARRATIVA DE PACIENTES AFÁSICOS
2016, A COMPETÊNCIA NARRATIVA DE PACIENTES AFÁSICOS
2015, A COMPETÊNCIA NARRATIVA DE PACIENTES AFÁSICOS
MARCUS VALERIUS DA SILVA PEIXOTO
2019, Análise Espacial da Microcefalia e Associação com a Vulnerabilidade Social em Aracaju
2019, Características Funcionais de Crianças e Adolescentes com Paralisia Cerebral em Aracaju
2016, Necessidades de Saúde e Aspectos Socioeconômicos de Crianças e Adolescentes com Paralisia Cerebral.
2016, Observatório da Atenção à Saúde da Pessoa com Deficiência em Sergipe
2015, Análise da Formulação da Política de Atenção à Pessoa com Deficiência no município de Aracaju
2015, CARACTERIZAÇÃO DA DISTRIBUIÇÃO DA PARALISIA CEREBRAL EM CRIANÇAS E ADOLESCENTES EM ARACAJU
PRISCILA FELICIANO DE OLIVEIRA
2019, Comprometimento auditivo e qualidade de vida na oncologia pediátrica
2017, DIAGNÓSTICO AUDIOLÓGICO DE IDOSOS EM TRATAMENTO ONCOLÓGICO
2015, AVALIAÇÃO AUDITIVA NOS PACIENTES ONCOLÓGICOS
2015, REPERCUSSÕES DO HIPOTIREIODISMO PERINATAL EXPERIMENTAL NA FUNÇÃO AUDITIVA DA PROLE DE RATAS
2014, Diagnóstico audiológico na oncologia
RAPHAELA BARROSO GUEDES GRANZOTTI
2019, Influência da metodologia de ensino nas estratégias de aprendizagem e no nível de estresse de estudantes universitários
ROSANA CARLA DO NASCIMENTO GIVIGI
2019, SINAIS ELETROMIOGRÁFICOS E A SISTEMATIZAÇÃO DO USO DA COMUNICAÇÃO ALTERNATIVA EM PESSOAS COM DEFICIÊNCIA MOTORA
2019, SOFTWARE MIOCAA PARA ANÁLISE DE RESPOSTA DOS SINAIS ELETROMIOGRÁFICOS E ACESSO A COMUNICAÇÃO ALTERNATIVA
2018, AVALIAÇÃO PARA COMUNICAÇÃO ALTERNATIVA COM USO DE SINAIS ELETROMIOGRÁFICOS
2018, PROTOCOLO ON-LINE DE AVALIAÇÃO NEUROFUNCIONAL PARA COMUNICAÇÃO ALTERNATIVA E AMPLIADA
2017, FALAL: HARDWARE BASEADO EM LINGUAGEM PICTOGRÁFICA PARA COMUNICAÇÃO ALTERNATIVA E AMPLIADA PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA
2017, DESENVOLVIMENTO DE PROGRAMA DE COMUNICAÇÃO ALTERNATIVA PARA PACIENTES COM DEFICIÊNCIA MOTORA
2016, CONSTRUÇÃO DE ACIONADORES PARA COMUNICAÇÃO ALTERNATIVA A PARTIR DA AVALIAÇÃO NEUROFUNCIONAL.
2016, SISTEMA DE HARDWARE APLICADO A COMUNICAÇÃO ALTERNATIVA E AMPLIADA PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA MOTORA
2015, IMPLEMENTAÇÃO DA COMUNICAÇÃO ALTERNATIVA NA PESSOA COM PARALISIA CEREBRAL, ATRAVÉS DA AVALIAÇÃO NEUROFUNCIONAL: VALIDAÇÃO DE PROTOCOLO
2015, CA2JU: TESTAGEM DO SISTEMA COMPUTACIONAL BASEADO EM LINGUAGEM PICTOGRÁFICA PARA USO COMUNICACIONAL DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA
2014, PROTOCOLO PARA SELEÇÃO DE MECANISMOS E FERRAMENTAS DE COMUNICAÇÃO ALTERNATIVA BASEADO NA AVALIAÇÃO NEUROFUNCIONAL
2014, SISTEMA COMPUTACIONAL BASEADO EM LINGUAGEM PICTOGRÁFICA PARA APOIO A COMUNICAÇÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA- PROTOCOLO PARA USO DO SISTEMA
2013, A AVALIAÇÃO NEUROFUNCIONAL EM SUJEITOS COM PARALISIA CEREBRAL NA IMPLEMENTAÇÃO DA COMUNICAÇÃO ALTERNATIVA
2013, Sistema Computacional para Comunicação Alternativa e Ampliada de Crianças com Paralisia Cerebral - Validação do método de acompanhamento do sistema de interação humano-computador.
2012, COMUNICAÇÃO ALTERNATIVA E AMPLIADA COMO DISPOSITIVO PARA ATIVIDADE CRIADORA E DE LINGUAGEM EM SUJEITOS COM PARALISIA CEREBRAL
2012, Sistema Computacional para Comunicação Alternativa e Ampliada de Crianças com Paralisia Cerebral - Validação da eficácia do método de uso e acompanhamento do sistema de interação humano-computador.
SILVIA ELAINE ZUIM DE MORAES BALDRIGHI
2018, Relação entre as características da esclerose sistêmica e as manifestações orofaciais: da avaliação à intervenção.
2017, Relação entre as características da Esclerose sistêmica e as manifestações orofaciais
2016, Relação entre as características da Esclerose sistêmica e as manifestações orofaciais.
2015, ATUAÇÃO FONOAUDIOLÓGICA NA ESCLEROSE SISTÊMICA: PERSPECTIVAS E CONTRIBUIÇÕES
2014, Esclerose Sistêmica da avaliação a intervenção fonoaudiológica.
2014, Prevalência de distúrbios miofuncionais orofaciais nas doenças do tecido conjuntivo.
2013, Esclerose Sistêmica manifestações clínicas e fonoaudiológicas: da avaliação a intervenção
2012, Manifestações Clínicas e Fonoaudiológicas na Esclerodermia Sistêmica
SUSANA DE CARVALHO
2019, HABILIDADES LINGUÍSTICAS DE ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS
2019, CARACTERÍSTICAS ACÚSTICAS E PROSÓDICAS DO FALAR SERGIPANO
2018, PREVALÊNCIA E ENFRENTAMENTO DO MEDO DE FALAR EM PÚBLICO
2018, HÁBITOS E HABILIDADES DE LEITURA E ESCRITA DE ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS
2017, ATIVIDADE ELETROMIOGRÁFICA DOS MÚSCULOS FACIAIS NA DOENÇA DE PARKINSON
2016, DETECÇÃO PRECOCE DA DOENÇA DE PARKINSON POR MEIO DA ANÁLISE ACÚSTICA DA FALA
2015, HABILIDADES LINGUÍSTICAS DE IDOSOS ATIVOS
2015, PADRÕES ACÚSTICOS DA FALA NA DOENÇA DE PARKINSON
 
84 Projeto(s) encontrado(s)

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2019 - UFRN v3.5.16 -r8354-bbf57e585