Notícias

Banca de DEFESA: JUCIMARA NASCIMENTO GOIS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JUCIMARA NASCIMENTO GOIS
DATA: 18/07/2019
HORA: 08:00
LOCAL: Campus Lagarto
TÍTULO: MANIFESTAÇÕES DA DEGLUTIÇÃO EM INDIVÍDUOS COM CÂNCER DE OROFARINGE SUBMETIDOS À TERAPIA CONSERVADORA: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA.
PALAVRAS-CHAVES: Câncer; Orofaringe; Radioterapia; Quimiorradioterapia; Transtorno de deglutição.
PÁGINAS: 55
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Medicina
RESUMO:

INTRODUÇÃO: O câncer é uma das principais causas de morbimortalidade no mundo,sendo o de orofaringe um dos cânceres mais comuns entre os que atingem a região da cabeçae pescoço. As terapias conservadoras são os principais tratamentos utilizados para suapreservação; porém, a disfagia induzida por esse tratamento, como um efeito colateralmultifatorial final, ocorre em mais de 50% dos pacientes e pode gerar diversas consequênciascomo: estado de desnutrição, risco aumentado de pneumonia aspirativa e dependência dagastrostomia. OBJETIVOS: Caracterizar a produção científica e identificar as alterações dadeglutição presentes em indivíduos com câncer de orofaringe submetidos à terapiaconservadora. METODOLOGIA: O protocolo de revisão sistemática foi submetido na basede dados PROSPERO. A busca foi efetivada em cinco base de dados eletrônicas (SciELO,LILACS, PubMed, Web of Science e Scopus), além da busca da literatura cinzenta nas basesde dados (OpenThesis e OpenGrey), evitando viés de seleção e publicação, utilizando asseguintes palavras-chave: câncer; orofaringe; radioterapia; quimiorradioterapia; transtorno dedeglutição. Foram considerados elegíveis estudos longitudinais prospectivos sobre o tema,alterações de deglutição em indivíduos com câncer de orofaringe submetidos a terapiaconservadora. O risco de viés e avaliação da qualidade metodológica individual dos estudosselecionados foi avaliado pela ferramenta “The Joanna Briggs Institute Critical Appraisaltools for use in JBI Systematic Reviews” para estudos prospectivos e longitudinais.RESULTADOS: A busca resultou em 899 registros e após remoção dos registros duplicados,664 prosseguiram para análise dos títulos e resumos. Após análise, vinte registros foramelegíveis para leitura do texto completo, dos quais quatro preencheram os critérios deelegibilidade. Dentre os estudos incluídos, todos os indivíduos apresentaram algum tipo dealteração de deglutição, sendo as mais frequentes força e retração da base da língua reduzidas,atraso no disparo da deglutição, elevação laríngea reduzida, presença de resíduo em língua epalato, em região faríngea, valéculas e parede posterior da faringe, bem como no interior dosvestíbulos e em seios piriformes. CONCLUSÃO: As evidências dessa revisão sistemáticasugerem que as terapias conservadoras trazem alterações de deglutição ou intensificam as jáexistentes, de forma independente do tipo e da intensidade de radiação, bem como do estadiamento do tumor. Há, no entanto, pouca padronização nas metodologias das pesquisas,dificultando um estudo de metanálise.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 2127825 - CARLOS EDUARDO PALANCH REPEKE
Presidente - 2034861 - FELIPE RODRIGUES DE MATOS
Externo ao Programa - 2360569 - KATHARINA MORANT HOLANDA DE OLIVEIRA
Notícia cadastrada em: 15/07/2019 09:00
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - bigua2.bigua2 v3.5.16 -r12182-3b7fa45029