Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: JAIR JEFFERSON MAIA DE ALMEIDA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JAIR JEFFERSON MAIA DE ALMEIDA
DATA: 04/12/2018
HORA: 14:30
LOCAL: AUDITÓRIO - NUPEG
TÍTULO: A gestão da propriedade intelectual de uma instituição de ensino (IE), sob a perspectiva estratégica das inter-relações com o mercado: proposta de um modelo conceitual
PALAVRAS-CHAVES: propriedade intelectual, universidade, mercado, gestão estratégia, modelo.
PÁGINAS: 68
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Multidisciplinar
RESUMO:

A Lei de Inovação Tecnológica sob o número 10.973 de 02 de dezembro de 2004, foi promulgada com o intuito de promover medidas de incentivo à inovação e à pesquisa científica e tecnológica no ambiente produtivo, e assim alcançar o desenvolvimento econômico do país. Sendo que, após este marco legal está sendo consolidado uma política de inovação nas universidades brasileiras, em busca de novas tecnologias. Entretanto, as pesquisas que são realizadas em universidades apesar de ter adquirido um papel crucial no âmbito do conhecimento e do desenvolvimento de novos projetos tecnológicos, ainda é incipiente a sua aplicação no mercado. Pois, estas relações entre os detentores do conhecimento e o setor produtivo ainda dependem de diversos fatores, como a relação entre os envolvidos, os recursos comprometidos, de dispositivos legais que regulamentem essa interação e a dificuldade de desenvolver pesquisas que estejam alinhadas com as demandas do setor industrial. Nesse contexto, o objetivo dessa dissertação será propor um modelo de gestão da propriedade intelectual de uma instituição de ensino, sob a perspectiva estratégica das inter-relações com o mercado. Para isto, foi realizado uma revisão bibliográfica e documental além uma pesquisa quantitativa de caráter descritivo, por meio de um questionário. Destaca-se que foram enviados 240 questionários a professores/pesquisadores que depositaram patentes, que são orientadores do PIBITI (Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação) e/ou bolsistas de produtividade do CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico) entre os meses de outubro e novembro de 2018, e que houve um retorno de 44 respostas, e posteriormente foi feito uma análise do conteúdo. Os resultados obtidos evidenciaram de uma forma geral, que os pesquisadores/professores não faz uso das ferramentas estratégicas e nem dos cálculos de custo do projeto. Logo, dificulta a possibilidade de que a universidade passe a gerir a propriedade intelectual sob a ótica da gestão estratégia de inovação, visando superar a barreira de não somente desenvolver novas tecnologias, mas que possam ser aplicadas no mercado e, assim, proporcionar impactos


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2468009 - ANTONIO MARTINS DE OLIVEIRA JUNIOR
Interno - 426680 - GABRIEL FRANCISCO DA SILVA
Externo ao Programa - 1662887 - MARIA ELENA LEON OLAVE
Notícia cadastrada em: 03/12/2018 16:38
SIGAA | Núcleo de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2019 - UFRN - canario.ufs.br.canario1 v3.5.16 -r5544-15dc873d3