Notícias

Banca de DEFESA: CAROLINA SOUTO FERREIRA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CAROLINA SOUTO FERREIRA
DATA: 29/08/2016
HORA: 18:00
LOCAL: Sala Multiuso do PPGPI
TÍTULO: Gestão da Propriedade Intelectual: Estudo de Caso do Parque Tecnológico - SergipeTec (SE)
PALAVRAS-CHAVES: Propriedade Intelectual; Gestão da Inovação; Empreendedorismo; Parque Tecnológico.
PÁGINAS: 105
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Multidisciplinar
RESUMO:

Muitos estudiosos afirmam que a economia contemporânea se movimenta em função da

geração e da incorporação de inovações. Dessa forma, a inovação se apresenta como um

importante instrumento de competitividade em relação às necessidades do mercado,

como também um elemento fundamental para o desenvolvimento econômico e social de

uma nação. Assim, para prosperarem, as empresas precisam desenvolver capacidades

dinâmicas, isto é, criar, ampliar e modificar os meios pelos quais se mantêm neste

mercado. Conjuntamente com essas competências tem-se a tecnologia, que se tornou

um dos motores de propulsão da sociedade contemporânea, e também o

empreendedorismo. Diante disso verifica-se a importância dos parques tecnológicos e

das incubadoras de empresas, que exercem papel fundamental dentro do sistema de

inovação, principalmente como ferramentas de suporte para criação e crescimento de

empresas de bases tecnológicas. Esses ambientes, genericamente, cumprem a missão de

promover o empreendedorismo com vistas à inovação tecnológica, à produção do

conhecimento, e à criação do trabalho e renda, necessários ao fortalecimento das

empresas intensivas em tecnologia, configurando-se elementos relevantes da paisagem

econômica. Em face das constantes mudanças do mercado consumidor os setores de alta

tecnologia tornaram-se cada vez mais gestores. Este fato é notado pelo crescimento do

número de registro de patentes e licenciamentos de propriedade intelectual. Assim, a

Propriedade Intelectual se mostra como um fator estratégico para inovação científica e

tecnológica, onde a proteção garante ao titular da criação o direito e exclusividade da

propriedade. A gestão do capital intelectual é um dos principais ativos de uma empresa,

configurando-se assim relevante fonte de vantagem competitiva. A proteção da PI se

tornou indispensável para garantir a sobrevivência das empresas e os gestores dos

diversos PT enfrentam desafios diários com relação à gestão da inovação. Em face

disso, entender o empreendedorismo e os modelos de gestão de PI é importante para

poder identificar oportunidades para geração de ganhos econômicos e a criação de

empresas e produtos. Diante do exposto, o objetivo principal deste estudo foi elaborar

uma proposta de um Modelo de Gestão de Propriedade Intelectual para os parques

tecnológicos como uma alternativa de proteção e práticas de gestão de ativos intangíveis

de PI gerados pelas empresas inseridas nesses ambientes, através de ações de

empreendedorismo, gestão de portfólio de Propriedade Intelectual, apoio jurídico,

tecnológico e operacional. O método de análise aplicado na pesquisa foi um estudo de

caso, definido como unidade o Parque Tecnológico do Estado de Sergipe (SergipeTec),

onde foi realizado no primeiro momento uma pesquisa descritiva, por meio de

observação e pesquisa documental. Os resultados obtidos mostraram que ações

educativas e uma gestão adequada de PI são fundamentais para as empresas de bases

tecnológicas com a finalidade de identificar, explorar e proteger seus ativos intangíveis

conferindo aos seus titulares o direito de explorar e comercializar seus objetos de modo

a lograr recompensa e reconhecimento por eles.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1290641 - GLAUCIO JOSE COURI MACHADO
Presidente - 1541859 - IRACEMA MACHADO DE ARAGAO GOMES
Externo à Instituição - RUTH SALES GAMA DE ANDRADE
Notícia cadastrada em: 26/08/2016 17:26
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2021 - UFRN - bemtevi1.bemtevi1 v3.5.16 -r15644-68a4915b02