Notícias

Banca de DEFESA: LEANDRO HENRIQUE ALBUQUERQUE BRANDÃO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LEANDRO HENRIQUE ALBUQUERQUE BRANDÃO
DATA: 19/06/2020
HORA: 09:00
LOCAL: Videoconferência
TÍTULO: EFEITOS DE DOIS PROTOCOLOS DE HIGH-INTENSITY INTERVAL TRAINING SOBRE A RESPOSTA AGUDA METABÓLICA, DANO MUSCULAR E DESEMPENHO EM CORREDORES DE RUA RECREACIONAIS
PALAVRAS-CHAVES: Treinamento; Metabolismo; Aptidão cardiorrespiratória; Desempenho atlético
PÁGINAS: 64
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Educação Física
RESUMO:

INTRODUÇÃO: Devido à grande possibilidade de manipulação da carga externa,o treinamento intervalado de alta intensidade (HIIT) pode apresentar diferentesrespostas metabólicas, dano muscular e desempenho. Ainda mais quando essesprotocolos são aplicados em pista de atletismo, em corredores de rua recreacionais.OBJETIVO: Avaliar o efeito agudo de dois protocolos de HIIT sobre a respostametabólica, dano muscular e desempenho em corredores de rua recreacionais.MÉTODOS: Quinze corredores recreacionais treinados (VO2max 51,4 ± 5,7mL/kg/min) realizaram dois protocolos de HIIT em pista, que possuíam a mesmadensidade (1:1). A velocidade aeróbia máxima (vVO2max) foi avaliada usando oMontreal University Track Test. A duração do trabalho e a recuperação dosprotocolos consistiram em 15:15 (H15) e 30:30 (H30) segundos e mesmaintensidade (130% vVO2max), executados até a exaustão voluntária. Amostras desangue foram coletadas antes, 5 e 10 minutos, 24 e 48 horas após a realização dosprotocolos para determinação de lactato (BLac: mmol/L), glicose (GLI: mg/dL),creatina quinase (CK: U/L) e lactato desidrogenase (LDH: U/L). O desempenho dosatletas foi avaliado por meio da distância percorrida (m), tempo total (s) e repetiçõesde sprints (rep) em cada protocolo. RESULTADO: Significância estatística foiobservada na quantidade de sprints realizados (p=0,001; ES= 1,19), em contrasteas demais medidas de desempenho [tempo total de estímulo (p=0,315; ES=0,55) edistância percorrida (p=0,199; ES=0,67)]. Resposta metabólica apresentoudiferença estatisticamente significante no BLac [pré vs pós5 (H15 e H30: p=0,001),pré vs pós10 (H15 e H30: p=0,001) e pós5 vs pós10 (H30: p= 0,004)] e GLI [pré vspós5 (H15: p=0,002 e H30: p=0,012) e pós5 vs pós10 (H15: p=0,001 e H30:p=0,002)]. CK apresentou diferença significante nas comparações pré e pós24(H15: p<0,001 e H30: p=0,001) e pós24 vs pós48 (H30: p=0,03). Quando LDH foiavaliado, a comparação pré vs pós24 apresentou diferença significativa (H15:p=0,008 e H30: p=0,022). Não foi observado efeito interação grupo x tempo paratodas variáveis sanguíneas. CONCLUSÃO: Ambos protocolos provocaramrespostas similares em relação aos parâmetros analisados, no entanto, amagnitude das respostas de dano muscular foi menor no protocolo H30.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - Fabrício Boscolo Del Vecchio
Interno - 1546651 - MARCOS BEZERRA DE ALMEIDA
Presidente - 2019019 - MARZO EDIR DA SILVA
Notícia cadastrada em: 04/06/2020 16:15
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - fragata4.fragata4 v3.5.16 -r12646-2c874e3307