Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: JOSÉ CARLOS TAVARES JÚNIOR

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JOSÉ CARLOS TAVARES JÚNIOR
DATA: 30/05/2018
HORA: 14:00
LOCAL: Departamento de Educação Física
TÍTULO: Efeito de uma sessão de exercício isométrico sobre variáveis hemodinâmicas de mulheres hipertensas
PALAVRAS-CHAVES: Palavra Chave: Exercício Físico; Treinamento Isométrico; Hipotensão; Pressão arterial de vigília e sono; Efeito agudo exercício físico.
PÁGINAS: 46
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Educação Física
RESUMO:

Introdução: A hipertensão arterial é uma das doenças que mais acomete a população adulta, e está associada a uma maior incidência de mortalidade por causas de doenças cardiovasculares. Diante disso, é sugerido uma modificação no estilo de vida como forma de tratamento e prevenção, sendo o exercício físico isométrico adjuvante no auxílio na diminuição de níveis pressóricos. Objetivo: analisar o efeito de uma sessão de exercício isométrico de sobre variáveis hemodinâmicas de mulheres hipertensas. Metodologia: A amostra foi composta por 10 mulheres hipertensas que realizaram duas sessões (sessão exercício isométrico e a outra sessão controle), a ordem das sessões foram feitas através de um sorteio e o intervalo entre as intervenções foi de 48h. A sessão de exercício isométrico foi realizada com 3x1min e intervalo de 90 segundos, com uma carga de 30% de 1RM. Enquanto que a sessão controle, as mulheres permaneciam na posição sentada e em silêncio por uma hora, após cada sessão a pressão arterial e frequência cardíaca foi aferida por um período de 24 horas pela monitorização ambulatorial da pressão arterial. Os dados foram analisados através da ANOVA de duas vias para medidas repetidas. Após foi realizado o teste pos hoc de SIDAK. Para análise da PAS e PAD vigília e sono foi aplicado test t stdent pareado. Resultados: Foi observado uma redução de 15,5 mmHg na PAS na condição exercício em relação a condição controle [F(3,4,31,16) =6,425; p<0,01; r=0,417] após 24h.Houve redução na PAD nos momentos 12 horas na condição exercício em comparação a condição controle [F(2,961,26,687) =2,601; p>0,05; r=0,224]. Ocorreu uma redução na PAM nos momentos 12 e 24 horas pós condição exercício em relação a condição controle [F(2,767,24,902) =1,984; p>0,05; r=0,181] respectivamente. Observou-se uma diminuição no duplo produto nos momentos 6 e 12 horas pós condição exercício em comparação a condição controle [F(2,508,22,574) =1,668; p>0,05; r=0,984] nessa ordem. Houve uma diminuição tanto da PAS vigília e sono (CC:135,00; CE:128,400 e CC:122,70; CE:116,60) na devida ordem, quanto na PAD vigília e sono (CC:76,20; CE:72,80; CC:63,40; CE:59,90) No que se refere a condição exercício a condição controle. Conclusão: O exercício isométrico mostrou-se eficiente para reduzir a PAS, PAD, PAM, DP, ademais o mesmo diminuiu a PAS e PAD de vigília e sono de mulheres hipertensas.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 276.084.415-34 - SILVAN SILVA DE ARAUJO
Interno - 2297369 - ROBERTO JERONIMO DOS SANTOS SILVA
Interno - 067.466.854-54 - ALUÍSIO HENRIQUE RODRIGUES DE ANDRADE LIMA
Notícia cadastrada em: 23/05/2018 15:32
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - fragata4.fragata4 v3.5.16 -r12712-85cc87cea5