Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: NATALIE DE ALMEIDA BARROS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: NATALIE DE ALMEIDA BARROS
DATA: 09/01/2017
HORA: 09:00
LOCAL: Auditório do DEF
TÍTULO: ANÁLISE DO DANO MUSCULAR, PICO DE TORQUE, FADIGA E ASSIMETRIA EM DIFERENTES MÉTODOS DE TREINO DE FORÇA
PALAVRAS-CHAVES: treinamento de força; força muscular, dano muscular
PÁGINAS: 71
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Educação Física
RESUMO:

Contexto: O treinamento de força vem ganhando cada vez mais adeptos, devido aos benefícios que tem trazido para a saúde tanto na prevenção quanto no tratamento de patologias sejam elas sistêmicas ou não. Dentre os diferentes tipos de treinamento de força existentes, destacam-se: o Kaatsu Training ou low-intensity training with occlusion - LITO) e o treinamento tradicional. Todos apresentam ganhos no que diz respeito ao ganho de força e hipertrofia. Um método indireto utilizado para avaliação do dano muscular, é a análise da concentração de enzimas circulantes tais como creatina quinase (CK) e lactato desidrogenase (LDH). Estas estão presentes no citoplasma e não tem capacidade de ultrapassar a barreira da membrana sarcoplasmática, assim um aumento na concentração dessas enzimas é um indicativo de dano muscular. Objetivo: Analisar a resposta de dano muscular, pressão arterial e percepção de esforço em diferentes tipos de treinamento de força. Tipo de estudo: Transversal, descritivo, quantitativo Local: Universidade Federal de Sergipe, UFS – Campus São Cristóvão Amostra: Indivíduos do sexo masculino, com idade igual ou superior a 18 anos, praticantes de treinamento de força há pelo menos 12 meses. Análise estatística: Serão utilizadas as medidas de tendência central, Média ± Desvio Padrão (DP). Para a verificação da normalidade das variáveis será utilizado o teste de Shapiro Wilk, tendo em vista o tamanho da amostra. Para verificação das possíveis diferenças entre os grupos divididos por faixa etária, será utilizado o teste ANOVA (one way) com Post Hoc de Tukey. Para se verificar o tamanho do efeito, será utilizado o teste de f2 de Cohen, além de adotar os pontos de cortes 0,02 a 0,15 com efeito pequeno, de 0,15 a 0,35 como mediano e maior que 0,35 grandes. Será adotada significância de 95%, considerando um p < 0,05. Será utilizado o pacote estatístico Statistical Package for the Social Science (SPSS) versão 22.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 596.345.615-00 - ALDEMIR SMITH MENEZES
Interno - 1228110 - WALDERI MONTEIRO DA SILVA JUNIOR
Interno - 1003924 - AFRANIO DE ANDRADE BASTOS
Notícia cadastrada em: 04/01/2017 15:12
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - fragata2.fragata2 v3.5.16 -r12646-2c874e3307