Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: DAYANNE DA COSTA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: DAYANNE DA COSTA
DATA: 16/03/2016
HORA: 14:00
LOCAL: Sala 4 DEF/UFS
TÍTULO: Restrição Energética para Perda de Peso com Diferentes Proporções de Carboidratos na Dieta de Lutadores: Impacto na Saúde e no Desempenho Esportivo
PALAVRAS-CHAVES: Atletas de luta; dieta; desempenho físico
PÁGINAS: 74
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Educação Física
RESUMO:

A maioria dos esportes de luta são divididos por categorias definidas por faixas rígidas de peso, visando equilibrar as disputas, minimizando as diferenças de peso, força e velocidade entre os competidores, bem como diminuir os riscos de lesões entre os adversários. Ainda é reduzido o número de estudos de intervenção para perda de peso de forma gradual na literatura, o que torna ainda inconsistente descrever a forma mais eficaz de perda de peso para estes atletas. O presente estudo é de caráter experimental do tipo clinico aleatório e teve como objetivo avaliar duas estratégias nutricionais para perda de peso gradual com diferentes proporções de carboidratos (B-CARBO e A-CARBO) entre atletas de lutas. Foram acompanhados 18 atletas durante 2 meses com intervenção dietética de 28 dias, que tiveram avaliados o seu estado nutricional, composição corporal, estado psicológico, parâmetros bioquímicos e testes físicos, além de monitoramento semanal. No estudo observou-se que a maioria dos atletas de ambos grupos conseguiram obter a perda de peso, com consequente diminuição do percentual de gordura, sem utilizar da desidratação e sem alterar seu estado psicológico. Além disso, a performance física não sofreu alteração significativa, com exceção para a potência de membros inferiores que foi significativamente (p≤0,05) maior após intervenção nutricional para o grupo de B-CARBO. Já em relação aos dados hormonais houve alterações para T4 e TSH para o grupo B-CARBO e T4 livre e TSH para o grupo A-CARBO. Em relação ao monitoramento de adesão da dieta, foi percebido que ambos grupos diminuíram calorias diárias e carboidrato, sem diminuir frequência de treinos e sem alteração do vigor. Os dados expostos apoiam estratégias de perda de peso em longo prazo, além de sugerir que os atletas possuem adesão ao planejamento alimentar sem a necessidade de utilização de técnicas bruscas. Sugerimos que o planejamento dietético que contemple a redução das calorias e carboidratos entre 2 a 5g/kg de peso, aliado a um treinamento físico orientado são de extrema relevância para garantir um emagrecimento saudável e um bom desempenho físico, sem causar danos à saúde.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2019019 - MARZO EDIR DA SILVA
Interno - 1840655 - EMERSON PARDONO
Externo ao Programa - 1819141 - KIRIAQUE BARRA FERREIRA BARBOSA
Notícia cadastrada em: 04/03/2016 13:45
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - fragata2.fragata2 v3.5.16 -r12646-2c874e3307