A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente
Notícias

Banca de DEFESA: EDUARDO ALVES PEREIRA FILHO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: EDUARDO ALVES PEREIRA FILHO
DATA: 27/05/2022
HORA: 14:00
LOCAL: Videoconferencia
TÍTULO: PERCEPÇÃO DE ALUNOS E PROFESSORES SOBRE O ENSINO REMOTO NA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE DURANTE A PANDEMIA DA COVID-19
PALAVRAS-CHAVES: Novo coronavírus. SARS-Cov-2. Ensino Superior. Itabaiana-SE.
PÁGINAS: 60
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Multidisciplinar
RESUMO:

O isolamento social decorrente da pandemia do coronavírus, forçou os sistemas educacionais apassarem por adaptações que possibilitassem a continuidade das atividades escolares. Entre asadaptações encontra-se o ensino remoto emergencial, promovido no Brasil, que se caracterizacomo um país em desenvolvimento, de grande assimetria social e consequente desigualdade deacesso às ferramentas digitais necessárias. Além dos aspectos materiais, destacam-se osaspectos emocionais e motivacionais frente ao contexto de isolamento e insegurança noplanejamento didático. Em muitos casos, houve apenas uma transposição do ambiente de salade aula, com ausência de adaptações metodológicas que facilitem o processo deensino/aprendizagem. Não diferente, encontra-se o ensino superior, que apesar de ser formado,em sua maioria, por uma população jovem adulta, tem apresentado muitas dificuldadessemelhantes às mencionadas. Nesse sentido, o presente estudo se propôs investigar a relaçãoentre autoeficácia e a motivação de professores e alunos do campus universitário ProfessorAlberto Carvalho - UFS, durante o ensino remoto ocorrido na pandemia do coronavírus. Osdados a serem utilizados no presente estudo serão provenientes do banco de dados (microdados)da avaliação institucional realizada pela comissão permanente de autoavaliação (CPA) da UFS- Campus Prof Alberto Carvalho, realizada durante o período letivo remoto de 2020/1. A coletade dados realizada pelo CPA, referente a avaliação do ensino remoto do referido campus foirealizada da seguinte forma: Docentes e discentes de 10 cursos de graduação responderam umquestionário, enviado via sistema, uma semana antes do início das aulas remotas de 2020/1.Após 8 semanas (50% do período letivo) e 16 semanas (fim do período letivo), os alunos eprofessores receberam o questionário on line para respondê-lo novamente. Os questionários nãoforam identificados com nome ou documentos pessoais, haviam questões que buscavam avaliaro perfil, características do espaço de estudo/trabalho habilidades digitais, avaliação doautodesempenho, motivação e segurança em relação ao ensino remoto. Após autorização eacesso aos dados (perguntas e respectivas respostas), os mesmos foram tabulados, garimpadose analisados, agrupando as informações de forma geral, separados entre discentes e docentes eavaliações por área de conhecimento. Os dados também foram submetidos a análises estatísticasde agrupamentos (PCA) e fatoriais. Espera-se no final do trabalho, conhecer um pouco maissobre os aspectos relacionados à motivação, segurança, autoeficácia de docentes e discentessubmetidos ao sistema de ensino remoto. O presente também poderá contribuir na tomada dedecisão de professores e gestores educacionais.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 1461281 - BRUNO LASSMAR BUENO VALADARES
Presidente - 1763997 - JOSE RONALDO DOS SANTOS
Interno - 3026181 - LÍVIA CRISTINA RODRIGUES FERREIRA LINS

Notícia cadastrada em: 04/05/2022 16:28
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2024 - UFRN - bigua2.bigua2 v3.5.16 -r18966-bf93dfabd7