A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente
Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: TATIANE FERREIRA DOS SANTOS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: TATIANE FERREIRA DOS SANTOS
DATA: 29/11/2021
HORA: 14:00
LOCAL: Videoconferência
TÍTULO: AVALIAÇÃO DO IMPACTO DO USO DE AGROTÓXICOS NA SAÚDE DE AGRICULTORES MONTEALEGRENSES
PALAVRAS-CHAVES: Agrotóxicos; Produção; Agricultores.
PÁGINAS: 35
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Multidisciplinar
RESUMO:

Nos últimos anos, houve um aumento considerável no uso de pesticidas/agrotóxicos no setor agrícola brasileiro. Uma justificativa para isso é o crescimento da demanda, causado por uma explosão populacional aliada a grande produção de commodities. No Brasil, já se sabe que, em 2012, o mercado brasileiro de agrotóxicos cresceu 190%, enquanto o mercado mundial chegou a 93%. No segundo semestre de 2019, o governo brasileiro flexibilizou a liberação de mais 51 agrotóxicos, totalizando 290 em um único ano, fazendo com que o país recebesse o título de um dos maiores consumidores mundiais. Tal flexibilização pode ser explicada pelo lucro financeiro gerado sob à exportação dessas substâncias químicas e de commodities, o que perpassa o objetivo inicial de plantio de alimentos em quantidade suficiente para manter a humanidade, gerando prejuízos para os países que recebem e utilizam essa produção. A presente produção trata-se de um estudo transversal, observacional, descritivo e analítico, com abordagem quanti-qualitativa. A amostragem é a não-probabilística por conveniência. A amostra consisti em agricultores e seus familiares de comunidades agrícolas de Monte alegre de Sergipe. foram incluídos indivíduos que são expostos direta ou indiretamente ao uso de agrotóxicos. Diante do que foi apresentado, é possível concluir que a cidade de Monte alegre de Sergipe vem acompanhando uma tendência mundial do uso inadequado dos agrotóxicos, em especial no que se refere a sua aplicação. Esse problema, por sua vez, desencadeia uma cascata de preocupações relacionadas a saúde dos agricultores dessa região, uma vez que além da falta de informação sobre questões como sinais de intoxicação e uso de EPI´s, percebe-se uma vigilância epidemiológica pouco atuante, uma vez que os casos são subnotificados. Nesse sentido, faz-se necessária a aplicação de medidas públicas refentes a educação ambiental, afim de amenizar os prejuizos a saúde causados até então, bem como previnir novos agravos.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 3026181 - LÍVIA CRISTINA RODRIGUES FERREIRA LINS
Externo à Instituição - MARINA FREIRE DE SOUZA
Interno - 2025887 - VALERIA PRISCILA DE BARROS

Notícia cadastrada em: 03/11/2021 23:32
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2024 - UFRN - bigua3.bigua3 v3.5.16 -r18966-bf93dfabd7