Notícias

Banca de DEFESA: JOSE AFONSO DO NASCIMENTO

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JOSE AFONSO DO NASCIMENTO
DATA: 24/02/2016
HORA: 14:30
LOCAL: Sala de aula do PPGS - Didática 2
TÍTULO: Herdeiros, militantes e patrões políticos: Origens e destinos políticos de bacharéis egressos da Faculdade de Direito da UFS entre 1950-2000
PALAVRAS-CHAVES: Elites Políticas, Faculdade de Direito. Bacharéis na política. Prosopografia. Sergipe
PÁGINAS: 260
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Sociologia
SUBÁREA: Outras Sociologias Específicas
RESUMO:

Esta é uma tese sobre grupos dirigentes em Sergipe, mais precisamente, sobre elites políticas que tiveram passagem pela Faculdade de Direito da Universidade Federal de Sergipe, no período que vai de sua fundação em 1950 a 2000. O trabalho buscou responder à pergunta: como se deu à relação entre um sistema educacional e a política? Foi recusada a ideia de que, passar pela faculdade mencionada, era uma condição para entrar na política. O autor procurou mostrar que, através de uma démarche prosopográfica dos políticos selecionados, diversos podem ser os usos que podem ser feitos durante a passagem pela faculdade e que não basta a passagem ou o diploma para alguém tornar-se político. Ela é um espaço educacional que prepara quadros para as profissões jurídicas. Se um egresso da instituição se transforma num bem-sucedido empresário, alguém explicará isso por conta de sua passagem pela faculdade? Toma-se como tranquilo que haja uma conexão entre direito e política. Através de uma análise coletiva das trajetórias do conjunto dos políticos escolhidos, pudemos observar as regularidades ou os traços mais comuns dessa população.. Trabalhando com as noções de relações pessoais e de redes pessoais, verificamos que a entrada e a permanência na política por esses egressos dependem muito de suas origens sociais, de sua passagem pela faculdade e das práticas advocatícias depois da faculdade. Assim, descobrimos três principais traços de nossa população de políticos: eles eram herdeiros políticos, eles eram militantes estudantis e partidários e eles usaram a advocacia como plataforma para lançar-se na política. A faculdade é usada por todos os passageiros como para expansão do capital de relações pessoais, o que, no caso dos futuros políticos, têm um caráter distintivo explicando porque eles se tornam políticos e outros passageiros, não.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1523397 - FERNANDA RIOS PETRARCA
Externo à Instituição - JOSÉ LUCIANO GÓIS DE OLIVEIRA
Presidente - 1494768 - MARCELO ALARIO ENNES
Externo à Instituição - RAYLANE ANDREZA DIAS NAVARRO BARRETO
Interno - 6426371 - TANIA ELIAS MAGNO DA SILVA
Notícia cadastrada em: 29/01/2016 09:36
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - bemtevi1.bemtevi1 v3.5.16 -r10787-147c949b3