Notícias

Banca de DEFESA: ROBERTO OLIVEIRA ROCHA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ROBERTO OLIVEIRA ROCHA
DATA: 26/09/2014
HORA: 15:00
LOCAL: Sala do grupo SOCITEC
TÍTULO: Tripla Hélice 'desmembrada': a dificuldade da inovação no Brasil
PALAVRAS-CHAVES: Tripla Hélice; Estado; universidades; empresas; ciência, tecnologia e inovação (CT&I); desenvolvimentismo.
PÁGINAS: 131
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Sociologia
SUBÁREA: Outras Sociologias Específicas
RESUMO:

A ambivalência da ação do homem sobre o mundo e sobre si mesmo, levantainúmeros questionamentos acerca das consequências reais e possíveis dastransformações que presenciamos. As projeções da tecnociência dizem quealcançaremos um estado avançado da humanidade, alguns chegam a falar em umaruptura antropológica via técnica, com indivíduos tecnicamente melhorados, livres dedoenças e dispondo de uma vida indefinidamente mais longa. A busca pelalongevidade não é algo novo na história da humanidade, pelo contrário, ao longo dotempo podemos encontrar diversos exemplos de como homens e mulheres buscaramalcançar tal objetivo. Nos dias atuais a busca por uma vida mais longa tem comoprincipal motor o desenvolvimento tecnocientífico, seu conhecimento e cada vez maiorcapacidade de manipulação do corpo humano a nível molecular e genético. Contudo,o aumento da expectativa de vida de uma sociedade, tem consequênciasdemográficas, econômicas e previdenciárias na medida em que nos vemos diante desociedades cada vez mais velhas, com mais indivíduos aposentados e possivelmenteuma menor parcela economicamente ativa da população. Com isso, prevê-se umareformulação no modo como pensamos não apenas a relação do homem com seucorpo, a vida e a morte. Mas também a própria velhice, a aposentadoria e até mesmomercado de trabalho, visando solucionar os problemas de supressão da parcelaeconomicamente ativa da população diante de uma sociedade mais longeva. O quenos propomos a estudar é a incidência das tecnologias aplicadas ao corpo com oobjetivo de prolongar sua juventude e identificar e analisar algumas dasconsequências do aumento da longevidade humana que podemos presenciar já hoje.Longe de estarmos interessados em um estudo sobre o que pode vir a ser o futuro dohomem, nos preocupamos com as mudanças que se anunciam de modo concreto eque já são, há algum tempo, do interesse de pesquisadores das ciências humanas eque já apresentam nos dias atuais consequências e problemáticas. Nos propomos,portanto, a estudar esta temática e traçar um panorama da relação corpo e técnicapara visualizar os aspectos mais específicos da relação do homem moderno com seucorpo, a velhice e consequentemente a morte e as implicações sociais e sociológicas.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1655779 - ANTON PETER MULLER
Externo à Instituição - DANIEL CHAVES DE BRITO
Presidente - 327767 - FRANZ JOSEF BRUSEKE
Notícia cadastrada em: 23/09/2014 11:19
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - bigua2.bigua2 v3.5.16 -r10803-399c5c35c