Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: JÉSSICA FERNANDA DA SILVA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JÉSSICA FERNANDA DA SILVA
DATA: 29/01/2021
HORA: 13:30
LOCAL: PRODEMA
TÍTULO: ASSOCIAÇÃO TECNOLÓGICA DE PRÁTICAS DE CULTIVOS CONSERVACIONISTAS E BACTÉRIAS DIAZOTRÓFICAS PARA PRODUÇÃO SUSTENTÁVEL DE MILHO VERDE EM SERGIPE.
PALAVRAS-CHAVES: Inoculante; Agricultura; Sustentabilidade
PÁGINAS: 71
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Ciências Ambientais
RESUMO:

O cultivo de milho é uma prática de grande crescimento econômico, tornando-se fonte de mercado em Sergipe e com oportunidades de negócios para agricultores familiares onde o clima e solo são mais favoráveis à cultura. A utilização de culturas antecedentes junto com os diferentes sistemas de manejo do solo é uma forma de cultivo conservacionista em agroecossistemas e a associação da inoculação de bactérias diazotróficas pode representar uma alternativa sustentável aprimorada com a combinação das técnicas para o favorecimento econômico da produção vegetal desta cultura e fortalecimento da agricultura familiar pelo acesso a essa nova tecnologia em Sergipe e em outras regiões do Nordeste. O presente trabalho tem como objetivo avaliar a viabilidade da associação tecnológica de práticas agrícolas conservacionistas para o cultivo do milho verde determinando parâmetros de cultivo eficientes aos benefícios ambientais e socioeconômicos para região de Sergipe. Foram desenvolvidos dois experimentos de campo na fazenda experimental da UFS onde está implantado o experimento de longa duração do cultivo do milho verde, foram avaliados os anos 2019 e 2020 que correspondem ao 19º e 20º ano de cultivos. O delineamento experimental é organizado em três faixas experimentais que correspondem cada uma delas a três sistemas de cultivo, convencional, mínimo e plantio direto com parcelas subdivididas onde são cultivadas as culturas antecedentes crotalária, caupi, guandu e milheto antes do plantio do milho. O milho na safra 2019 foi inoculado com o inoculante bacteriano de Herbaspirillum seropedicae e na safra 2020 com Azospirillum brasilense correspondendo aos tratamentos inoculados que receberam 50% da dose de N, os tratamentos nitrogenados receberam 100% da dose de N na forma de uréia. A produtividade do milho verde foi avaliada pelo número e peso de espigas comerciais. Também foram realizadas análises de massa seca das plantas, clorofila total das plantas, altura das plantas sendo os parâmetros comparados entre os tratamentos. O solo foi coletado na profundidade de 0-10 com e 10-20com para análise das propriedades químicas e amostras indeformadas para análises de densidade. Foi feita a análise de resistência mecânica e penetração. Os nódulos das culturas antecedentes foram coletados para análise da diversidade de bactérias por meio de análises moleculares. Como análises futuras após o processamento dos dados serão avaliados os benefícios econômicos do pacote tecnológico e será realizado o diagnóstico socioeconômico com DRP com agricultores de milho em Japaratuba para determinar as potencialidades e limitações de aceitação das novas tecnologias de cultivo. Os resultados estão em fase de processamento, serão todos correlacionados para definição das técnicas que proporcionem melhores condições para o desenvolvimento e indicação de práticas de cultivo ambientalmente equilibradas, culturalmente aceitas que correspondam aos benefícios socioambientais


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1316620 - ALCEU PEDROTTI
Interno - 2273536 - LAURA JANE GOMES
Externo ao Programa - 3159407 - ANA PAULA SCHERVINSKI VILLWOCK
Externo ao Programa - 1201910 - FRANCISCO SANDRO RODRIGUES HOLANDA
Externo ao Programa - 2483844 - RENATA SILVA MANN
Notícia cadastrada em: 11/12/2020 12:40
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2021 - UFRN - bemtevi1.bemtevi1 v3.5.16 -r13869-3ae4986fd4