Notícias

Banca de DEFESA: ANDRÉA VALENÇA CARDOSO DE MATOS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ANDRÉA VALENÇA CARDOSO DE MATOS
DATA: 02/04/2020
HORA: 14:00
LOCAL: Auditório do DFA
TÍTULO: AVALIAÇÃO DA LITERACIA EM SAÚDE E O SEU IMPACTO NA ADESÃO À FARMACOTERAPIA: UMA SCOPING REVIEW
PALAVRAS-CHAVES: Adesão, literacia em saúde e tratamento farmacoterapêutico
PÁGINAS: 67
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Farmácia
RESUMO:

A adesão é de grande relevância para obter o resultado clínico desejado, sendo dependente da relação do profissional de saúde com o paciente. O aumento da necessidade da utilização de medicamentos juntamente com a incompreensão do tratamento pode acarretar na não adesão à farmacoterapia. Problemas como este, referente a adesão medicamentosa, podem ser solucionados com o aumento da literacia em saúde do paciente, sendo esta, a capacidade do paciente, buscar, entender, processar e aplicar informações sobre seu estado de saúde. Com objetivo de relacionar o grau de conhecimento com a adesão esta revisão do tipo Scoping irá mapear estudos que abordam a literacia em saúde como promotor da adesão ao tratamento farmacoterapêutico. A metodologia desta Scoping Review seguiu as instruções proposta pelo Joana Briggs Institut (JBI) e PRISMA. Baseados nestes, foram estabelecidos critérios para incluir os estudos nas pesquisas, passando pela identificação, triagem para exclusão e inclusão dos trabalhos selecionados. Após a busca sistemática foram identificados 471 artigos, dos quais 51 foram excluídos por estarem indexados em mais de uma base de dados. Após a análise de elegibilidade foram incluídos 5 artigos que avaliaram a adesão à farmacoterapia e a literacia em saúde. Os estudos demonstraram que não houve diferença estatística ao relacionar a o grau de adesão com o grau de literacia, porém, ao se avaliar ambos houve melhora da adesão. Com isso conclui-se que devido a adesão apresentar um caráter comportamental é necessário considerar os demais fatores preditores da não adesão. Entretanto, considerar o grau de literacia em saúde do indivíduo ajuda a melhorar a adesão, mas não pode ser considerado preponderante. Esta revisão também identificou a necessidade de instrumentos que avaliem as três dimensões da literacidade e maior divulgação do meio científico da importância de considerar a literacidade do indivíduo para aumentar a adesão deste.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1964297 - CRISTIANI ISABEL BANDERO WALKER
Externo à Instituição - MARCOS VALERIO SANTOS DA SILVA
Presidente - 1694328 - WELLINGTON BARROS DA SILVA
Notícia cadastrada em: 16/03/2020 08:45
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - bemtevi1.bemtevi1 v3.5.16 -r10668-754907a47