Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: LANA NAIADHY SILVA SANTOS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LANA NAIADHY SILVA SANTOS
DATA: 19/12/2018
HORA: 09:00
LOCAL: Auditório da Did II
TÍTULO: Desenvolvimento e caracterização de membrana mucoadesiva de gelatina contendo timol complexado em β-ciclodextrina.
PALAVRAS-CHAVES: Desordens orais; membrana mucoadesiva; gelatina; timol; complexos de inclusão.
PÁGINAS: 56
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Farmácia
RESUMO:

Óleos essenciais (OEs), tem sido amplamente utilizados em formulações odontológicas convencionais devido a vasta atividade farmacológica, incluindo a antimicrobiana, entre eles está o timol (TM), um monoterpeno fenólico encontrado em diferentes espécies vegetais. Estudos utilizando o TM com a β-ciclodextrina (β-CD) têm se mostrado promissores para melhorar os efeitos físico-químicos e biológicos deste composto. A combinação de sistemas mucoadesivos com complexos de inclusão é uma estratégia interessante do ponto de vista farmacocinético para o tratamento tópico de doenças da cavidade oral. Esses sistemas promovem o contato prolongado da droga com a mucosa, podendo melhorar significativamente o desempenho clínico de muitos agentes terapêuticos. Assim, o objetivo do presente estudo foi desenvolver e caracterizar membranas de gelatina contendo TM complexado em β-CD para futuras aplicações em desordens orais. As membranas foram obtidas por meio do método de evaporação do solvente. Os complexos de inclusão foram preparados pelo método de liofilização em razões molares de 1:1. A caracterização foi realizada através de análises térmicas (DSC e TGA/DTA), Difração de Raios–X (DRX), Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV), Espectroscopia de reflexão total atenuada no infravermelho com transformada de Fourier (FTIR/ATR), capacidade de intumescimento, espessura, propriedade mucoadesiva utilizando mucosa artificial e estudos de liberação in vitro. Os ensaios de viabilidade celular in vitro foi realizado pelo teste MTT em linhagens de células macrofágicas J774-G8. Os resultados permitiram visualizar interações entre a gelatina, o TM e a β-CD. Foi possível observar nas curvas DSC e TGA/DTA o desaparecimento do evento característico da fusão do TM em 50°C e a redução considerável da perda de massa, indicando maior estabilidade térmica. O espectro do FTIR/ATR apresentou variações de intensidade e deslocamento de bandas entre de grupamentos característicos do TM. As micrografias analisadas por MEV sugerem que não houve mudança morfológica na superfície das membranas após a incorporação da β-CD. A adição da β-CD provocou alterações nas taxas de dilatação (> 80%) das membranas, sugerindo que ocorra uma reorganização da malha polimérica através de interações químicas. Além disso, as membranas contendo β-CD apresentaram maior capacidade de intumescimento e parâmentros favoráveis na mucoadesividade. As membranas não apresentaram toxicicidade in vitro nas condições avaliadas. Logo, até o momento, os resultados obtidos, sugerem que sistemas mucoadesivos contendo complexos de inclusão de timol podem ser promissores no tratamento de desordens orais.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - DANIELLE GOMES SANTANA
Presidente - 2030649 - MAIRIM RUSSO SERAFINI
Interno - 2337777 - ROGERIA DE SOUZA NUNES
Notícia cadastrada em: 27/11/2018 13:27
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - fragata3.fragata3 v3.5.16 -r10803-399c5c35c