Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: LUDMILA CRUZ DOS SANTOS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LUDMILA CRUZ DOS SANTOS
DATA: 11/02/2020
HORA: 09:00
LOCAL: Sala de Videoconferência do RENORBIO
TÍTULO: DETERMINAÇÃO DO PERFIL QUÍMICO E DAS ATIVIDADES ANTIOXIDANTE, ANTIMICROBIANA E CITOTÓXICA DA ENTRECASCA DE Libidibia ferrea (Mart. ex Tul.) L.P.QUEIROZ var. ferrea
PALAVRAS-CHAVES: Libidibia ferrea, antioxidante, sinergismo, antimicrobiano, metabólitos
PÁGINAS: 55
GRANDE ÁREA: Ciências Biológicas
ÁREA: Bioquímica
RESUMO:

O estudo dos metabólitos secundários produzidos por produtos naturais bem como sua açãofarmacológica, contribui com o desenvolvimento do campo da saúde, propiciando uma nova alternativana busca por agentes antimicrobianos menos tóxicos e mais eficazes, devido ao surgimento de patógenosmultirresistentes aos antibióticos em uso atualmente. Neste cenário, destaca-se a Libidibia ferreapopularmente como Pau-ferro, uma espécie pertencente à família Fabaceae e endêmica das regiões Nortee Nordeste do Brasil. A necessidade de alternativas, menos tóxicas, renováveis, com menos custo e commenos efeitos colaterais para o tratamento de infecções microbianas, motivaram a investigação do perfilquímico, antioxidante, antimicrobiano da L. ferrea. Para tal foram escolhidas as frações hidrometanólicae acetato de etila, obtidas da entrecasca de L. ferrea, realizou-se uma prospecção fitoquímica destasfrações, nas quais foram detectadas a presença de fenóis, taninos flabobênicos, flavonas, flavononas,xantonas, flavononóis, esteroides livres, triterpenos pentacíclicos e saponinas. Quanto à atividadeantioxidante, ambas as frações apresentaram alto potencial antioxidante frente ao radical livre DDPHcom CE50 5,49 ± 2,20 µg/mL para a fração hidrometanólica. Para a avaliação da atividadeantimicrobiana, ambos os extratos apresentaram atividade considerável frente às cepas padrão debactérias utilizadas, através da difusão em disco. Para a avaliação da Concentração Mínima Inibitória, afração hidrometanólica obteve destaque com CIM 0,0125 mg/mL-1 para a bactéria S. aureus e E.durans/hirae e 0,050 mg/mL-1 para P. aeruginosas e E. coli sendo considerado um forte potencialinibitório. Estes mesmos microganismos e CIMs foram testadas associadas à antibióticos de usotradicional (gentamicina, cirpofloxacina, amoxacilina e cefalotina), apresentando resultadosinérgico/aditivo para a maioria das combinações, com destaque para as combinações com amoxacilina ecefalotina. Os resultados obtidos a partir dos estudos com a entrecasca da L. ferrea, apontam a fraçãohidrometanólica como uma fração com uma potencial e promissora atividade antioxidante e antimicrobiana.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2335200 - CHARLES DOS SANTOS ESTEVAM
Interno - 1199629 - CARLA MARIA LINS DE VASCONCELOS
Externo à Instituição - AMÉRICO AZEVEDO DE SOUZA

Notícia cadastrada em: 22/01/2020 09:51
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - bigua2.bigua2 v3.5.16 -r12198-ed85f859cd