Notícias

Banca de DEFESA: ELAINE MENEZES DE SOUZA MOURA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ELAINE MENEZES DE SOUZA MOURA
DATA: 22/01/2020
HORA: 14:00
LOCAL: Lagarto
TÍTULO: Associação entre polimorfismos genéticos de gene da paraoxonase (PON1) e elevação pressórica.
PALAVRAS-CHAVES: PON1; pressão arterial sistêmica; colesterol; SNPs; polimorfismo; genético.
PÁGINAS: 62
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Medicina
RESUMO:

Introdução: A hipertensão é um importante desafio para a saúde pública devido sua alta prevalência e uma forte associação com riscos concomitantes de acidente vascular encefálico (AVE), doença cardiovascular (DCV), doença renal terminal e mortalidade geral que afeta todos os segmentos da população. As DCVs representam30% de todas as mortes e o principal elemento de risco relacionado é a susceptibilidade genética definida por Single Nucleotide Polymorphism (SNP), para a enzima de paraoxonase no soro humano relacionada a uma vulnerabilidade aumentada ao desenvolvimento de DCV. Objetivo: Investigar a associação degenótipos dos SNPs, rs662 e rs854560 (gene PON1) com a elevação pressórica. Metodologia: Estudo transversal, composto por 94 indivíduos, ambos os gêneros,média de idade de 42,4 anos (± 10,1 anos), divididos em indivíduos com elevaçãopressórica (46) e normotensos (48). Foram realizadas coletas de informações sobre características sócio econômicas, antecedentes pessoais, habituais e familiares pormeio de um formulário e entrevista, verificação de pressão arterial e realização de eletrocardiograma, além da coleta de material biológico para análise de lipidograma e genotipagem dos SNPs: rs662 e rs854560 (gene PON1). Para os testes de associação das variáveis categóricas, foi utilizado o teste Qui-Quadrado. Para os testes modelos genéticos, no modelo aditivo - Regressão logística binária e para os modelos dominante e recessivo - Qui-Quadrado (p=0,05). Resultados: Associação estatisticamente significante para os níveis pressóricos com o rs662 e rs854560 nos modelos aditivo e dominante. Demostraram uma associação nos genótipos AG + GG do polimorfismo rs662 (p=0,02) e nos genótipos AA + AT (p=0,03) do polimorfismors 854560, com elevação pressórica, de forma que os indivíduos portadores do alelo G, e do alelo A, respectivamente, podem suscetibilizar o aumento da resistência vascular e consequentemente a elevação do nível pressórico. Para análisemultivariada a única variável que se manteve significante foi o HDL (p=0,02), sugerindo associação de PON1 com a elevação de níveis pressóricos. Conclusão: Os resultados demonstram que a população estudada apresentou relação entre osSNPs rs662 e rs854560 do gene PON1 com a elevação pressórica e inspirou que a identificação precoce do risco genético elevado para o desenvolvimento de HAS seria favorável na promoção de saúde de grupos vulneráveis a tal patologia.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 2394615 - EDUESLEY SANTANA SANTOS
Presidente - 1836564 - FABIANO ALVIM PEREIRA
Externo à Instituição - JOSÉ EVALDO RODRIGUES DE MENEZES FILHO
Notícia cadastrada em: 20/01/2020 10:29
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - fragata3.fragata3 v3.5.16 -r12182-3b7fa45029