Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: LUANA KARINA DE ALMEIDA NASCIMENTO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LUANA KARINA DE ALMEIDA NASCIMENTO
DATA: 01/06/2016
HORA: 08:00
LOCAL: AUDITÓRIO DO POLO DE GESTÃO NA UFS SÃO CRISTOVÃO
TÍTULO: Estudo do fenótipo postural em adolescentes escolares no município de Lagarto
PALAVRAS-CHAVES: Postura; Equilíbrio; Fotogrametria
PÁGINAS: 154
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Medicina
SUBÁREA: Clínica Médica
ESPECIALIDADE: Ortopedia
RESUMO:

Grande parte dos problemas posturais tem sua origem no período escolar, quando a estrutura corporal se encontra em procsso de desenvolvimento, sendo fundamental a avaliação precoce e a investigação das atividades diárias que podem interferir na postura e no equilíbrio postural do indivíduo. É importante também que os instrumentos para essa avaliação sejam confiáveis e forneçam resultados reprodutíveis. Foi realizado um estudo do tipo de corte transversal, com o onjetivo de analisar parâmetros fenotípicos posturais de uma amostra composta por 72 adolescentes da rede pública do município de Lagarto-SE, com idade entre 10 e 15 anos. Os participantes foram divididos em dois grupos de acordo com o sexo, homogêneos nos quesitos peso, altura e IMC. A pesquisa constituiu na coleta de dados antropométricos e clínicos, pesagem de mochilas, avaliação postural estática através da baropodometria e mensuração de parâmetros estabilométricos por meio de uma plataforma de força. A idade apresentou mediana de 12 (11-13) e quando comparados entre grupos não houve diferença estatisticamente significativa (p=0,911), o mesmo ocorreu entre o peso, altura e IMC que se aproximaram da normalidade para a idade. Os indivíduos Apresentaram mobilidade articular da coluna reduzida e em relação ao transporte de carga externa, G1 e G2 não observamos alterações diretamente relacionado com a mochila escolar. A prevalência de escoliose foi de 33,3% entre os sujeitos avaliados, sendo mais frequente em meninos. Quanto aos ângulos posturais, as meninas apresentaram maior angulação de joelho valgo, hipextensão de joelhos e hiperlordose lombar, já os meninos diferenciaram-se por inclinação anterior do corpo, joelho em flexão, hiperlordose cervical e hipercifose torácica. Não houve diferença significativa entr as variáveis de equilíbrio corporal, entre os grupos, além da correlação entre alinhamento postural e equilíbrio.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1809293 - CLAUDIA CRISTINA KAISER PINTO
Interno - 2869627 - ADRIANA GIBARA GUIMARÃES
Interno - 3573579 - ANDRÉ SALES BARRETO
Interno - 2891169 - ROSANA DE SOUZA SIQUEIRA BARRETO
Externo à Instituição - MARIA DAS GRAÇAS RODRIGUES ARAÚJO
Notícia cadastrada em: 18/05/2016 15:29
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - bemtevi1.bemtevi1 v3.5.16 -r10787-147c949b3