A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente
Notícias

Banca de DEFESA: ERIKA CRISTINA MENESES DE FRANCA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ERIKA CRISTINA MENESES DE FRANCA
DATA: 25/10/2021
HORA: 09:00
LOCAL: Sala virtual: meet.google.com/ske-oiij-yet
TÍTULO: História e Filosofia da Ciência e Argumentação no Ensino de Física: uma abordagem sobre a Terceira Lei de Newton
PALAVRAS-CHAVES: Alfabetização científica. Argumentação científica. Ensino de Física. História e Filosofia da Ciência. Terceira Lei de Newton
PÁGINAS: 127
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Educação
SUBÁREA: Ensino-Aprendizagem
ESPECIALIDADE: Métodos e Técnicas de Ensino
RESUMO:

Pesquisas na área de ensino de Ciências vêm evidenciando a importância de abordagens histórico-filosóficas, por considerarem que as aulas podem se tornar mais instigantes e reflexivas. Também, as práticas argumentativas têm se mostrado de suma importância para uma aprendizagem que possibilite aos alunos não apenas serem conhecedores dos estudos científicos, mas também dos procedimentos e das atitudes que lhe são inerentes. Todavia, a quantidade de publicações esclarecedoras dos resultados de investigações científicas sobre o diálogo entre esses dois elementos ainda é pequena. Diante disso, o objetivo geral deste trabalho é apresentar um produto educacional para promoção da abordagem da História e Filosofia da Ciência (HFC) no ensino e na aprendizagem de Física dentro de um exercício argumentativo, com ênfase na Terceira Lei de Newton estudada no Ensino Médio. Os objetivos específicos deste estudo foram compreender a importância que a abordagem histórico-filosófica aliada à argumentação possui para o trabalho educacional com a Física e realizar essa abordagem junto a alunos de diferentes turmas do primeiro ano do Ensino Médio, de forma a atingir-se uma ideia clara sobre os impactos que esse tipo de estratégia didática gera para o ensino e a aprendizagem de Física. Para tal, foi desenvolvida uma sequência didática ministrada a alunos dos primeiros anos do Ensino Médio de uma escola da rede pública estadual de Aracaju/SE. O desenvolvimento e a avaliação da aplicação do produto educacional ocorreram na forma de pesquisa qualitativa com abordagem quase-experimental. Os resultados apontam que a sequência didática significou um processo de alfabetização científica para os estudantes, no qual o exercício da argumentação foi fundamental, ao incorporar e viabilizar os procedimentos próprios do fazer científico, como a construção de explicações e o emprego de justificativas que fundamentaram ideias. Com a abordagem de situações e de fatos em geral desconhecidos e ignorados da Física, foi possível incentivar os alunos a compreenderem o cientista e a ciência de forma mais realista, tal como sujeito e produto socioculturais que são. A conclusão delineia a necessidade de superação das abordagens pré-universitárias e instrumentais no Ensino Médio, para que os alunos tenham condições de dar destinos significativos ao que aprenderam, por meio da HFC aliada ao exercício da argumentação, em definitivo e com consistência.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1296993 - DIVANIZIA DO NASCIMENTO SOUZA
Interno - 1424267 - CELSO JOSE VIANA BARBOSA
Externo ao Programa - 472.701.795-49 - ADJANE DA COSTA TOURINHO E SILVA

Notícia cadastrada em: 18/10/2021 09:08
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2023 - UFRN - ema2.ema2 v3.5.16 -r18277-8067e35817