Notícias

Banca de DEFESA: JESSICA FREIRE CAMPOS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JESSICA FREIRE CAMPOS
DATA: 24/08/2020
HORA: 15:00
LOCAL: https://conferenciaweb.rnp.br/events/defesa-de-mestrado-ppgpi-de-jessica-freire
TÍTULO: ATIVO INTANGÍVEL: ANÁLISE DO TRATAMENTO CONTÁBIL APLICADO NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA
PALAVRAS-CHAVES: Ativo Intagível; Administração Pública; Propriedade Intelectual
PÁGINAS: 84
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Administração
SUBÁREA: Administração de Setores Específicos
RESUMO:

No atual cenário econômico vivenciado, as organizaçãos estão investindo cada vez mais em desenvolvimento de propriedades intelectuais que podem apresentar um grau de rentabilidade tanto a médio quanto a longo prazo. Essa geração de valor para instituições encontra-se ligada ao ativos gerados através da pesquisa e inovação, ou seja, a criação dos bens intangíveis os quais detenham de uma expectativa futura de benefícios financeiro e econômico para organização. Esses ativos recebem a denominação de bens intangíveis, pois não possuem na sua grande maioria existência física, mas detêm de alto valor significativo para entidade. Os bens intangíveis apresentam elevado grau de complexidade quanto a identificação e reconhecimento nos registros contábeis, principalmente os que decorrem da pesquisa dentro das instituições públicas. Na busca do estudo da contabilização e registro dos bens intangíveis, o presente estudo teve como objetivo realizar o levantamento dos ativos intangíveis desenvolvidos pela Universidade Federal de Sergipe, com enfoque para as propriedade industriais, com direcionamento para mensuração, reconhecimento e contabilização. A pesquisa foi realizada tendo como base a abordagem quantitativa e qualitativa, de maneira a demonstrar os apontamentos necessários ao tratamento contábil dos intangíveis. Na abordagem quantitativa constitui em realizar o levantamento e a identificação juntamente a Coordenação de Inovação e Transferência de Tecnologia – CINTTEC da Universidade Federal de Sergipe, órgão responsável pelo gerenciamento das propriedades industriais. Esse levantamento foi realizado através de um estudo de caso de natureza exploratória com a realização de coleta de dados, elaborados por este órgão, consequentemente foram classificados e elaborados figuras explanatórias. Quanto a abordagem tem o direcionamento para o descritivo e documental, com a ramificação incialmente de cunho qualitativo, no qual foi elaborada tendo como base em dois enfoques de ativos gerados internamente pela Administração Pública: o literal e o normativo. Os resultados demonstram vários pontos que podem ser considerados relevantes quanto ao tratamento contábil dos bens gerados internamente através da pesquisa, os quais podem ser considerados como desafios ou atpe mesmo novas demandas para instituição em aderir ao processo de convergência e aplicação das normas brasileiras aplicavéis ao Setor Público, sendo eles: a) o levantamento das propriedades industriais é feita somente em relatório como base estatítica e não como registro contábil; b) Os bens intangíveis gerados internamente não estão sendo mensurados, devido o alto nível de complexidade dos intangíveis; c) Ausência de profissional com conhecimento contábil juntamente a CINTTEC, para orientar os colaboradores e pesquisadores no levantamento dos índices que irão atribuir valor; c) Realizar treinamento de pessoal – pesquisador/Controlador de ativos; d) Classificar os ativos utilizando métodos de valoração de tecnologias já desenvolvido por outros pesquisadores/alunos. Conclui-se que tais desafios e demandas apontados fazem parte das sugestões apresentadas a Universidedade Federal de Sergipe, com maior direcionamento ao órgao interno CINTTEC em requisitar a insituição o acompanhamento de um profissional contábil que detenha de requisitos de conhecimento quanto a área de inovação e pesquisa, ou seja, que consiga acompanhar e mensurar o valor de seus ativos, para que a instituição possa construir relatórios com base em informações reais e fidedignas.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2468009 - ANTONIO MARTINS DE OLIVEIRA JUNIOR
Interno - 1835499 - JOAO ANTONIO BELMINO DOS SANTOS
Externo à Instituição - JOAO INACIO SOLETTI
Notícia cadastrada em: 24/08/2020 10:34
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2021 - UFRN - fragata3.fragata3 v3.5.16 -r15644-68a4915b02