Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: PEDRO MENDES DE SOUZA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: PEDRO MENDES DE SOUZA
DATA: 06/08/2020
HORA: 14:00
LOCAL: ConferenciaWeb
TÍTULO: MÉTODO DE VALORAÇÃO DA PROPRIEDADE INTELECTUAL ACADÊMICA COM INSERÇÃO DE RISCO AO NEGÓCIO VIA MODELO DE PRECIFICAÇÃO DE ATIVOS - CAPM
PALAVRAS-CHAVES: Ativos; Valoração; Modelo de Precificação de Ativos Financeiros; Universidades
PÁGINAS: 65
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Multidisciplinar
RESUMO:

A proteção dos direitos de propriedade intelectual é uma ferramenta importante para odesenvolvimento econômico em uma era baseada no conhecimento e inovação. Nessecontexto, a proteção de tecnologias a partir de patentes fornece uma vantagemcompetitiva ao seu detentor durante a sua vigência. Ao mesmo tempo, universidades,além do seu papel de ensino, tem se tornado importantes centros de pesquisa com odesenvolvimento de invenções que podem beneficiar a sociedade. Com isto, cada vezmais patentes tem sido depositadas por universidades, mas o número de transferênciasdessas invenções para as empresas ainda é pequeno. Isto ocorre por diversos motivos,dentre eles a dificuldade na gestão de tecnologias pelos Núcleos de InovaçãoTecnológica das universidades, principalmente em instituições públicas. Dentre asatividades a serem realizadas pelos Núcleos de Inovação Tecnológica estão a avaliaçãoe valoração de tecnologias para uma posterior comercialização; no entanto, esta é umatarefa difícil devido a sua complexidade e falta de recursos humanos para a suaexecução. O presente estudo tem como objetivo geral propor um modelo para valoraçãode patentes oriundas de universidades utilizando a inserção do risco ao negócio viaModelo de Precificação de Ativos e aplicá-lo em patentes oriundas da UniversidadeFederal de Sergipe trazendo contribuições teóricas e práticas sobre o assunto abordado.O modelo quantitativo foi baseado no fluxo de caixa descontado. A determinação dovalor de uma patente é importante por diversos motivos, dentre eles: (1) o valor informadiretrizes, pois se trata de uma medida de recompensa que o sistema de patentesproporciona aos inventores; (2) auxilia a contabilizar o valor dos ativos intangíveis; (3)ajuda a medir a produtividade e qualidade da pesquisa e desenvolvimento. O modeloquantitativo foi proposto com a finalidade de estimar um valor monetário dastecnologias patenteadas e verificar o retorno para a universidade. Este modelo consistiupara o cálculo do valor presente líquido das inovações, sendo necessário fazer olevantamento de informações de mercado de cada patente, bem como de dados sobre atecnologia com os inventores e estimar as variáveis do modelo a partir disto. Diante doque foi abordado, observa-se que o modelo proposto pode ser utilizado emuniversidades, com algumas adaptações, para uma gestão mais eficiente do portfólio depatentes. Além disso, nota-se a importância do presente estudo no tocante à contribuiçãoteórica, com exemplo prático na gestão de patentes em universidades.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2468009 - ANTONIO MARTINS DE OLIVEIRA JUNIOR
Interno - 426680 - GABRIEL FRANCISCO DA SILVA
Interno - 1835499 - JOAO ANTONIO BELMINO DOS SANTOS
Externo ao Programa - 1632059 - SIMONE DE CASSIA SILVA
Externo à Instituição - JOAO INACIO SOLETTI
Notícia cadastrada em: 06/08/2020 03:52
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2021 - UFRN - bemtevi1.bemtevi1 v3.5.16 -r15644-68a4915b02