Notícias

Banca de DEFESA: LEONILIO RODRIGUES DE SOUSA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LEONILIO RODRIGUES DE SOUSA
DATA: 02/07/2020
HORA: 09:00
LOCAL: meet.google.com/oey-okgo-pza
TÍTULO: MATURIDADE TECNOLÓGICA DAS PATENTES DESENVOLVIDAS NO INSTITUTO FEDERAL DO PIAUÍ
PALAVRAS-CHAVES: Maturidade Tecnológica; Technology Readiness Level – TRL; Desenvolvimento Institucional.
PÁGINAS: 75
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Multidisciplinar
RESUMO:

Os Institutos Federais de Educação Ciência e Tecnologia possuem um papel importante no desenvolvimento cientifico na região onde estão inseridos. Desse processo nascem novas tecnologias, que se tornam parte dos ativos intangíveis da instituição. Esta pesquisa pretende analisar e medir a Maturidade Tecnológica das patentes desenvolvidas no Instituto Federal do Piauí - IFPI depositadas no Instituto Nacional da Propriedade Industrial - INPI, a fim de disponibilizar informações que sejam úteis para a definição de prioridades a serem implementadas pela política de desenvolvimento institucional, melhorando as ações de ensino, pesquisa, extensão e inovação, contribuindo para o avanço e consolidação das tecnologias desenvolvidas na instituição. Para isso serão mapeadas as patentes depositadas no INPI pelo IFPI, colhendo as informações destas e aplicando um roteiro que permita medir o nível de maturidade de tecnologias utilizando a escala de prontidão tecnológica Technology Readiness Level – TRL e transformar esse roteiro em um software web que pode ser acessado de qualquer lugar pela internet. Trata-se de uma pesquisa do tipo quantitativa e qualitativa que utiliza dados extraídos das patentes analisadas os transformando tanto em informações quantitativas quanto qualitativas. Os dados resultantes das variáveis quantitativas são apresentados em tabelas, quadros e figuras, enquanto os dados gerados das variáveis qualitativas são apresentadas de forma dissertativa. O estudo mostrou de acordo com os resultados que a medição da maturidade tecnológica das patentes e demais tecnologias desenvolvidas na instituição pode ser uma forma de mensurar o avanço delas, identificando onde há níveis satisfatórios e onde pode melhorar , ajudando superar as dificuldades de provar a eficácia e eficiência das mesmas aplicando métodos mundialmente aplicados para avaliar tecnologias, contribuindo para o desenvolvimento tecnológico e econômico tanto institucional como estadual.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 116.375.605-91 - ANA ELEONORA ALMEIDA PAIXAO
Externo à Instituição - MARIA RITA DE MORAIS CHAVES SANTOS
Presidente - 380.837.950-20 - SUZANA LEITAO RUSSO
Notícia cadastrada em: 01/07/2020 19:03
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - bigua2.bigua2 v3.5.16 -r11771-472c34c50e