Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: LIBNI MILHOMEM SOUSA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LIBNI MILHOMEM SOUSA
DATA: 13/03/2020
HORA: 15:00
LOCAL: Sala Multiuso do PPGPI
TÍTULO: A INDICAÇÃO GEOGRÁFICA DE PROCEDÊNCIA COMO VALOR PERCEBIDO DE PROTEÇÃO E RECONHECIMENTO PELOS JOALHEIROS E LAPIDÁRIOS NA COMERCIALIZAÇÃO DE JOIAS DE OPALA DO MUNICÍPIO DE PEDRO II
PALAVRAS-CHAVES: Gemas; Exclusividade Territorial; Originalidade;
PÁGINAS: 68
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Multidisciplinar
RESUMO:

Com o avanço tecnológico impulsionado pela Revolução Industrial, o mercado passou por um intenso processo de explosão da oferta de produtos e serviços. Assim, este assume a responsabilidade de estabelecer regras, acordos e procedimentos comerciais, com vistas atender melhor as necessidades e a exigência dos consumidores antenados e exigentes. A compreensão de Indicações Geográficas (IG) foi estabelecida progressivamente, à medida que consumidores, produtores e comerciantes passaram a perceber que produtos e serviços possuem em sua estrutura, características peculiares ao local de origem, podendo se tornar elemento de diferenciação competitiva em relação aos outros produtos e serviços do mesmo segmento, mediante a promoção do conceito de exclusividade territorial. As Indicações Geográficas surgem como forma de proteção legal e reconhecimentos de origem. Nesse contexto, esta dissertação propõe analisar se os joalheiros e lapidários do município de Pedro II conseguem identificar e reconhecer o valor que foi protegido, através da Indicação Geográfica de Procedência da Opala, concedida em 03/04/2012, na RPI 2152, para produtos de opalas preciosas de Pedro II e joias artesanais de opalas de Pedro II. A pesquisa é de natureza exploratória de caráter quantitativo e qualitativo. Como recurso metodológico, esta será construída através do método de estudo de caso, divididas em construção da pesquisa bibliográfica e aplicação das entrevistas dirigidas aos membros da União das Associações e Cooperativas de Garimpeiros, Produtores, Lapidários e Joalheiros de Opala Preciosa e de Joias Artesanais de Opalas do Município de Pedro II – IGO, sendo este público composto por associados da Associação de Joalheiros e Lapidários de Pedro II – AJOLP e Cooperativa dos Garimpeiros de Pedro II – COOGP. As entrevistas serão apresentadas através da exposição das falas dos sujeitos, sendo estes nomeados por letras e números e os dados quantitativos serão apresentados em gráficos. Como amostragem dos parciais, será apresentada a caracterização dos sujeitos a partir da primeira parte da pesquisa.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 1352277 - GENESIO TAMARA RIBEIRO
Presidente - 2505136 - MARIO JORGE CAMPOS DOS SANTOS
Interno - 380.837.950-20 - SUZANA LEITAO RUSSO
Notícia cadastrada em: 10/03/2020 15:57
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2021 - UFRN - fragata3.fragata3 v3.5.16 -r15644-68a4915b02