Notícias

Banca de DEFESA: JORGE MAIKEL ALVES BATISTA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JORGE MAIKEL ALVES BATISTA
DATA: 16/07/2019
HORA: 15:00
LOCAL: MINI AUDITÓRIO DO DECAT
TÍTULO: RELAÇÃO ENTRE DESENVOLVIMENTO DE TECNOLOGIAS PARA GERAÇÃO DE ENERGIA RENOVÁVEL E A DEMANDA POR ENERGIA NO NORDESTE BRASILEIRO COM FOCO EM ENERGIAS EÓLICAS E FOTOVOLTAICAS
PALAVRAS-CHAVES: Sustentabilidade; Inovação tecnológica; Propriedade intelectual; Teoria da oferta e demanda; Desenvolvimento sustentável; Desenvolvimento tecnológico.
PÁGINAS: 48
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Multidisciplinar
RESUMO:

O consumo de energia no país vem seguindo uma tendência de crescimento linear, impulsionado pelo consumo das famílias (residências) e das empresas (indústria e comércio). À medida que a demanda por energia elétrica cresce, aumenta-se a necessidade de recursos alternativos e de investimentos cada vez maiores em infraestrutura para atender as necessidades dos agentes econômicos e evitar o risco de apagão. Em contrapartida, as discussões cada vez mais frequentes acerca da preservação ambiental e da busca pelo crescimento e desenvolvimento sustentável, desafia governantes, pesquisadores e instituições empresariais a desenvolverem tecnologias e novas formas de produção de eletricidade. Entre as alternativas de fontes de energia renovável disponíveis no Brasil, duas ganham destaque: a energia solar e a energia eólica. Os fatores que pesam para o interesse em estudar essas fontes é a intensidade da radiação solar presente no país e a extensão de áreas litorâneas com grande oferta de ventos com potencial para geração de energia eólica. Todavia, a exploração de fontes de energia renovável, distinta da geração hidráulica, ainda predominante no país, enfrenta alguns entraves, como o corte dos repasses do governo federal afetando o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicação (MCTIC) refletindo no potencial de desenvolvimento tecnológico do país. Esta pesquisa objetiva analisar a relação entre o depósito de patentes e publicações de pesquisas científicas acerca da energia eólica e fotovoltaica frente à demanda por energia no nordeste brasileiro nos últimos 15 anos (2001-2016). Como resultado preliminar, observa-se um aumento da quantidade de depósito de patentes no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) seguido por uma queda que pode ter sido influenciada pelo corte nos repasses do governo ao MCTIC. Por outro lado a quantidade de artigos científicos publicados com o tema “energias renováveis” vem aumentando nos últimos anos.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1147652 - SADRAQUE ENEAS DE FIGUEIREDO LUCENA
Interno - 1637307 - ROBELIUS DE BORTOLI
Externo ao Programa - 1888521 - JOSE RODRIGO SANTOS SILVA
Notícia cadastrada em: 09/07/2019 14:58
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2021 - UFRN - bigua2.bigua2 v3.5.16 -r15644-68a4915b02