Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: LIÁRIA NUNES DA SILVA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LIÁRIA NUNES DA SILVA
DATA: 16/05/2019
HORA: 08:00
LOCAL: Auditório do DEF/UFS
TÍTULO: GESTÃO ESTRATÉGICA DE ATIVOS INTANGÍVEIS EM INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR
PALAVRAS-CHAVES: Plano de Desenvolvimento Institucional; Ensino Superior; Conhecimento; Inovação; Valor Organizacional; Capital Humano; Capital Relacional; Capital Estrutural; Propriedade Intelectu
PÁGINAS: 134
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Multidisciplinar
RESUMO:

A criação de valor e a obtenção de vantagens competitivas, desde a transição da economia industrial para a economia baseada no conhecimento, permanece atrelada à capacidade de geração e transformação de ativos intangíveis em elementos estratégicos de diferenciação, inclusive no sistema educacional, composto por instituições públicas e privadas. As partes constitutivas desse sistema são internamente heterogêneas, porém apresentam processos, objetivos e desafios semelhantes que ignoram as particularidades das personalidades jurídicas ou categorias administrativas. As Instituições de Ensino Superior (IES), legítimas instituições do conhecimento e centros geradores de ativos intangíveis, precisam adotar modelos de gestão que possibilitem a conversão dos resultados dos processos de ensino, pesquisa e extensão em valor organizacional. A trajetória de causa-efeito da criação de valor a partir dos ativos intangíveis é complexa e demanda atenção especial para a geração, identificação, valoração e gestão desses ativos. Diante disso, alguns questionamentos parecem pertinentes: como maximizar os benefícios gerados a partir dos processos de ensino, pesquisa e extensão desenvolvidos no âmbito das IES? Como identificar os ativos intangíveis estratégicos para a realização da missão institucional? Como implementar uma gestão eficiente de ativos intangíveis nas IES? Como vincular o modelo de gestão de ativos intangíveis ao Plano de Desenvolvimento Institucional? Assim, esta pesquisa tem o objetivo de demonstrar como o modelo de gestão de ativos intangíveis é dependente do Plano de Desenvolvimento Institucional. Em função da natureza aplicada da pesquisa e das especificidades do método indutivo, foram realizadas algumas etapas metodológicas. As etapas foram categorizadas em três blocos: identificação do potencial das IES para a geração de ativos intangíveis; desenvolvimento do Modelo Gestor dos Ativos Intangíveis, da ferramenta de valoração Management Control Systems e de uma taxonomia para os ativos intangíveis gerados nessas instituições; e aplicação ou validação das tecnologias desenvolvidas. O avanço deste estudo em relação aos demais que já abordaram a temática é demonstrar que a gestão de ativos intangíveis precisa estar incorporada na estrutura lógica do Plano de Desenvolvimento Institucional. O uso de ferramentas de gestão de ativos intangíveis que permitam a implementação de abordagens de identificação, valoração e gerenciamento desse capital como parte integrante da gestão estratégica das instituições, fornece uma estrutura efetiva para elevar a competitividade e a capacidade de criação e entrega de valor.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 2016178 - CARLOS OTAVIO DAMAS MARTINS
Interno - 2022042 - DANIEL PEREIRA DA SILVA
Interno - 1201910 - FRANCISCO SANDRO RODRIGUES HOLANDA
Presidente - 1637307 - ROBELIUS DE BORTOLI
Externo à Instituição - ROBERTO GONDIM PIRES
Notícia cadastrada em: 14/05/2019 10:31
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2021 - UFRN - bigua3.bigua3 v3.5.16 -r15644-68a4915b02