Notícias

Banca de DEFESA: ELISANGELA DE MENEZES ARAGAO SANTANA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ELISANGELA DE MENEZES ARAGAO SANTANA
DATA: 07/05/2018
HORA: 09:00
LOCAL: SALA E5 - NUPEG
TÍTULO: AVALIAÇÃO DO CONHECIMENTO PARA PROTEÇÃO DA PROPRIEDADE INTELECTUAL NA INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE
PALAVRAS-CHAVES: 1. Proteção da Propriedade Intelectual. 2. Iniciação Científica. 3. Avaliação das Necessidades de Treinamento.
PÁGINAS: 75
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Multidisciplinar
RESUMO:

Os direitos de Propriedade Intelectual (PI) têm assumido um papel de grande importância econômica. Sua relevância cresceu na medida em que se começou a tratar essa proteção como um ativo valioso para o desenvolvimento econômico. Em um ambiente acadêmico essa necessidade de desenvolvimento é concretizada pela pesquisa científica que promove o crescimento de pesquisadores, estudantes ou profissionais, contribuindo para uma formação com habilidades mais refinadas. A pesquisa tem como objetivo principal construir um instrumento para avaliar a necessidade de treinamento dos discentes participantes dos programas institucionais de bolsas de iniciação científica e tecnológica da Universidade Federal de Sergipe, para a manutenção do sigilo das informações resultantes das atividades de pesquisa voltadas para proteção da Propriedade Intelectual. Necessidades de treinamento são compreendidas como descrições de lacunas de competências ou no agrupamento de conhecimentos, habilidades e atitudes (CHAs). A avaliação de necessidades de treinamento, nesse contexto, torna-se estratégica, uma vez que, fornece orientações de quais deficiências devem ser remediadas (diagnóstico) e proporciona diretrizes confiáveis tanto para o processo de planejamento e execução de eventos instrucionais como para sua avaliação (prognóstico). A partir da, foi proposto um método para avaliar as necessidades de treinamento junto aos discentes pesquisadores da graduação da Universidade Federal de Sergipe (UFS). As etapas desta pesquisa foram: (1) mapeamento de competências comuns e análise organizacional de maneira a compreender o contexto da organização estudada; (2) concepção e validação de um instrumento capaz de diagnosticar competências gerais para ações de treinamento e; (3) aplicação e análises estatísticas dos resultados. O público alvo da avaliação de necessidades de treinamento envolveu uma amostra dos discentes pesquisadores da iniciação científica e tecnológica, com participação de 395 discentes distribuídos nos campi da UFS. Validação por juízes por meio do método de validação de conteúdo do instrumento. A última etapa foi a sua aplicação em larga escala e validação estatística. As necessidades de treinamento foram mensuradas por meio do cálculo dos índices de necessidades de treinamento proposto por Borges-Andrade e Lima (1983) e com o auxílio do software de planilha eletrônica. Com base nas lacunas encontradas foi possível estabelecer quais as competências que deveriam ser treinadas prioritariamente, além de definir em quais grupos elas apareciam de maneira mais relevante, estabelecendo ações prioritárias de treinamento.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2022042 - DANIEL PEREIRA DA SILVA
Interno - 1637307 - ROBELIUS DE BORTOLI
Externo ao Programa - 2178474 - ROBERTO RODRIGUES DE SOUZA
Notícia cadastrada em: 07/05/2018 08:25
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2021 - UFRN - bigua3.bigua3 v3.5.16 -r15644-68a4915b02