Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: MATHEUS PEREIRA MATTOS FELIZOLA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MATHEUS PEREIRA MATTOS FELIZOLA
DATA: 20/06/2016
HORA: 11:00
LOCAL: Sala Multiuso do PPGPI
TÍTULO: As Startups Sergipanas: Um Estudo de Caso do Caju Valley
PALAVRAS-CHAVES: Startups. Empreendedorismo. Inovação.
PÁGINAS: 97
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Multidisciplinar
RESUMO:

Startups são organizações de pequeno porte, com modelos de negócios arrojados e replicáveis, em processo de lançamento ou com pouco tempo de funcionamento, com alto potencial de escalabilidade e foco voltado para as atividades de pesquisa e desenvolvimento de ideias inovadoras. O Caju Valley é um movimento de Startups iniciado em 2012 em prol do fortalecimento do ecossistema de inovação do Estado de Sergipe. O objetivo geral do trabalho foi mapear e analisar as atividades de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação e as solicitações de registros de marcas e programas de software das Startups Sergipanas. Em termos metodológicos, o trabalho é descritivo, qualitativo e como método foi escolhido o estudo de casos múltiplos (YIN, 2015). A pesquisa foi dividida em três fases, na primeira fase entre Janeiro e Abril de 2015, foi realizada uma análise dos registros em arquivos, entrevistas abertas com os participantes do grupo Caju Valley e a observação direta das reuniões. Na segunda fase foi realizada uma entrevista estruturada, com 20 empresas participantes do Caju Valley e a observação participante do grupo entre os meses de Maio e Dezembro de 2015. Na terceira e última fase serão realizadas entrevistas em Profundidade com cinco empreendedores líderes de Startups participantes do movimento Caju Valley entre os meses de Julho e Agosto de 2016. O grupo investigado é composto por empresas participantes do movimento ‘Caju Valley’ iniciado em 2012, que tem como missão ser um ambiente digital, centralizador do movimento de Startups que a cada dia ganha mais força no Estado de Sergipe. Observou-se na análise, que os empreendedores fazem pesquisa, mas ainda tem dificuldade de desenvolver produtos inovadores, uma boa parte ainda não despertou para os registros de programas de computador ou registro de patentes, não participam de editais públicos que apoiam as Startups, não tem preocupação com o registro de marca e devido aos problemas de gestão ainda não conseguiram ganhar escalabilidade.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1541859 - IRACEMA MACHADO DE ARAGAO GOMES
Interno - 479.413.915-20 - JOSE RICARDO DE SANTANA
Externo à Instituição - MARCOS WANDIR NERY LOBAO
Notícia cadastrada em: 23/05/2016 13:33
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2021 - UFRN - bigua3.bigua3 v3.5.16 -r15644-68a4915b02