Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: VINICIUS NELSON LAGO SILVA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: VINICIUS NELSON LAGO SILVA
DATA: 25/04/2016
HORA: 14:00
LOCAL: SALA MULTIUSO PPGPI
TÍTULO: DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO: A PROPRIEDADE INDUSTRIAL NA PRODUÇÃO DA GUITARRA ELÉTRICA E CAPTADORES
PALAVRAS-CHAVES: Guitarra Elétrica, Propriedade Industrial, Propriedade Intelectual, Bases Patentárias, Prospecção Tecnológica
PÁGINAS: 80
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Multidisciplinar
RESUMO:

sociedade do conhecimento contempla a valorização do intangível e a crescente automação da produção permite competitividade na produção dos mais variados segmentos. A criação de novos produtos tanto quanto a melhoria destes consiste num diferencial competitivo e oportunidade de crescimento por meio da Propriedade Intelectual-PI. Neste processo a PI tem função crucial tanto para o registro de novidades, quanto para as melhorias desenvolvidas, tomando por base os produtos já industrializados. A produção da Guitarra Elétrica resulta de pesquisas e descobertas de inventores independentes. A produção em escala significativa ocorre a partir da década de 1940 nos Estados Unidos da América, país que registrou as primeiras patentes deste desenvolvimento. Através de inovações distintas, constitui uma importante peça para o desenvolvimento cultural na sociedade ocidental, e consiste em um pilar para a plataforma industrial relacionada à música, interligando uma imensa cadeia de fornecedores de insumos e prestadores de serviços. Atualmente a fabricação das guitarras elétricas ocorre tanto em escala industrial, quanto artesanal. O Brasil tem sido referenciado pela qualidade das madeiras oriundas do país, exportadas para a fabricação de instrumentos musicais em todo o mundo. Constitui um mercado consumidor em crescimento, favorecendo o aumento das importações de modelos fabricados com a utilização da nossa matéria prima apresentada como diferencial do produto importado, contrapondo uma atuação internacional ainda em construção das fabricantes nacionais. Madeiras e captadores são elementos cruciais para a qualidade destes instrumentos, gerando a oportunidade para ampliar a visão sobre esta produção nacional considerando o registro de Propriedade Intelectual. Baseado em uma pesquisa descritiva aplicada, o trabalho é exploratório e explicativo. Os elementos da pesquisa são o panorama atual deste segmento industrial no Brasil, e a prospecção do desenvolvimento tecnológico do captador, componente eletromagnético que permitiu a invenção e a fabricação da guitarra elétrica; a partir de pesquisas nas bases de Propriedade Industrial e respectiva análise. Assim, o trabalho busca demonstrar a importância da Propriedade Intelectual para o crescimento industrial do setor no Brasil, apresentando oportunidades para fomento à Pesquisa Tecnológica, Propriedade Industrial e conseqüente Inovação Tecnológica considerando o Sistema Nacional de Inovação e suas possibilidades de suporte, principalmente por meio das Universidades e dos Parques Tecnológicos. Este trabalho demonstra, através do entendimento do desenvolvimento da guitarra elétrica e da guitarra baiana, o impacto dos contextos locais quanto à ocorrência do registro da Propriedade Intelectual, buscando identificar fatores de diferenciação nos resultados derivados de cada uma das invenções, considerando que ambos são indutores de mudanças culturais, porém com impactos econômicos em escalas e características distintas. Aborda a organização e a conexão com os mecanismos de incentivo à inovação e à exportação da Indústria Setorial no Brasil.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 544.177.325-15 - CRISTINA MARIA ASSIS LOPES TAVARES DA MATA HERMIDA QUINTELLA
Interno - 1548872 - SUZANA LEITAO RUSSO
Externo à Instituição - JOSE AUGUSTO ANDRADE FILHO
Notícia cadastrada em: 22/04/2016 10:49
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2021 - UFRN - bigua2.bigua2 v3.5.16 -r15644-68a4915b02