Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: LUANA BRITO DE OLIVEIRA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LUANA BRITO DE OLIVEIRA
DATA: 29/05/2014
HORA: 14:30
LOCAL: A definir
TÍTULO: MAPEAMENTO TECNOLÓGICO SOBRE O CONTROLE E COMBATE DA BRUCELOSE BOVINA
PALAVRAS-CHAVES: Brucelose bovina; Prospecção Tecnológica; Patentes
PÁGINAS: 54
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Tecnologia e Inovação
RESUMO:

A Prospecção Tecnológica é uma ferramenta que visa o desenvolvimento científico e tecnológico, em médio e longo prazo, de diversos setores da indústria, economia ou sociedade como um todo. Um recurso confiável que organiza e compila as informações tecnológicas o qual é acessado na realização de um estudo prospectivo para a área acadêmica e cientifica é o banco de dados. A base de patentes no Brasil é o Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI), mundialmente obtemos a European Patent Office (EPO) que compreende as bases mundiais (worldwide), europeia (EP), e da OMPI (WIPO). Diante da preocupação eminente e incessante por melhorias no controle e combate da brucelose bovina, a sociedade cientifica busca desenvolver meios eficazes a futura erradicação da doença. Por ser uma patologia infectocontagiosa de caráter zoonótico que compromete a saúde animal e pública. A imunização de todo o rebanho com a vacina B19 é um dos métodos eficazes no combate e controle da propagação dos microrganismos. O objetivo desse trabalho será realizar um mapeamento tecnológico para o controle e combate da brucelose bovina. O mapeamento tecnológico foi realizado nas bases de dados do Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI), European Patent Office (EPO) resultados encontrados no período de 13 de março até 25 de abril de 2014, verificando as participações dos países nos depósitos de patentes, destacando-se a Rússia com o maior número de depósito de patentes. Observou-se ainda um maior número de patentes depositadas em 1997, 2008 e 2011. As classificações internacionais mais abundantes nessa prospecção foram A61K e C12N. Dos dados oficiais coletados da EMDAGRO no ano de 2012 podemos observar que o tipo de criação mais comum é o extensivo, referente às condições de criação verifica-se que 79% não tomam adequadas providencias quanto fetos abortados e placentas, além de 92% não realizam testes diagnósticos. No tocante a gestão dos animais foi averiguada que a introdução de animais vem diretamente de outras fazendas sem cobertura vacinal. Quanto à gestão da propriedade, aponta-se que 48% não há inspeção veterinária no local de abate e, 82% não separam os piquetes para fêmeas na fase de parto e/ou pós-parto. A cerca de assistência técnica e testes sorológicos, 93% não apresentam assistência, apesar de 99% dos testes sorológicos derem negativos. Diante dos resultados obtidos, identificou-se que é de suma importância o investimento em novas pesquisas e tecnologias em caráter de promover a erradicação e ou controle da brucelose bovina. Além de fomentar aos produtores a importância adotar as medidas de controles.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - LUIS FELIPE DIAS LOPES
Presidente - 285.033.170-87 - MARIA EMILIA CAMARGO
Interno - 1548872 - SUZANA LEITAO RUSSO
Notícia cadastrada em: 13/05/2014 15:52
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2021 - UFRN - fragata3.fragata3 v3.5.16 -r15644-68a4915b02