Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: MICAELLE TENÓRIO GUEDES FERNANDES

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MICAELLE TENÓRIO GUEDES FERNANDES
DATA: 18/01/2016
HORA: 09:00
LOCAL: Auditório do CCBS/HU
TÍTULO: USO DE NAPROXENO NA REDUÇÃO DE SENSIBILIDADE RELACIONADA A CLAREAMENTO DENTAL: ENSAIO CLÍNICO RANDOMIZADO CONTROLADO
PALAVRAS-CHAVES: Anti-inflamatórios;Clareamento Dental;Sensibilidade da dentina
PÁGINAS: 55
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Odontologia
SUBÁREA: Clínica Odontológica
RESUMO:

Apesar do sucesso das técnicas de clareamento dental realizada em consultório, alta incidência de sensibilidade trans- e pós-operatória ainda é relatada pelos pacientes. Esta é causada pela inflamação do tecido pulpar, sendo que o uso de anti-inflamatórios previamente ao procedimento pode reduzir a sensibilidade. Assim, o objetivo deste estudo foi avaliar, através de um ensaio clínico controlado, randomizado, duplo-cego e com desenho cross-over; o efeito do uso do anti-inflamatório Naproxeno previamente ao clareamento na sensibilidade dental. Cinquenta pacientes foram submetidos a duas sessões de clareamento dental com peróxido de hidrogênio a 35%, em uma única aplicação de 40 minutos, com intervalo de 7 dias entre sessões. Uma hora antes do procedimento, o paciente recebeu uma cápsula de Naproxeno (500 mg) ou placebo, de acordo com a randomização, sendo o tratamento invertido na segunda sessão. O nível de sensibilidade foi avaliado durante e imediatamente após o clareamento utilizando a escala visual analógica (EVA) e a escala verbal e após 24 horas utilizando apenas a escala verbal. A eficácia do clareamento foi avaliada com a escala bleach guide. O risco relativo de sensibilidade foi calculado e ajustado por sessão, enquanto a comparação do risco agrupado foi realizada pelo teste de McNemar. Os dados sobre o nível de sensibilidade para ambas às escalas e referente à avaliação de cor foram submetidos a Friedman, Wilcoxon e Mann-Whitney (α = 0,05). O uso de naproxeno apenas alterou o o risco e nível de sensibilidade dentária relatado imediatamente após a segunda sessão, reduzindo ambos. Diferentemente, nenhum efeito foi observado durante e 24h após duas sessões. A sequência de tratamento não afetou a eficácia do clareamento. A administração preventiva de dose única do Naproxeno teve efeito limitado na prevenção de sensibilidade causada pelo clareamento


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 2088482 - ALAIDE HERMINIA DE AGUIAR OLIVEIRA
Externo ao Programa - 1467719 - LUCINDO JOSE QUINTANS JUNIOR
Interno - 002.338.955-90 - THIAGO DE SANTANA SANTOS
Notícia cadastrada em: 23/12/2015 07:27
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - fragata3.fragata3 v3.5.16 -r12176-a08508ab91