Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: ANDRES ARMAS ALEJO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ANDRES ARMAS ALEJO
DATA: 01/02/2019
HORA: 08:00
LOCAL: Auditório DEF
TÍTULO: Avaliação psicossocial e hemodinamica de atletas de boxe em situação pre competitivo e de treino
PALAVRAS-CHAVES: Boxe, efeito hipotensor, ansiedade, recuperação
PÁGINAS: 64
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Educação Física
RESUMO:

Objetivo: Este estudo objetivou analisar o nível de ansiedade pré-competitiva em atletas de boxe masculino, das categorias adulta e juvenil e sua correlação com os resultados finais do último Campeonato Nacional Brasileiro. Outro estudo teve como objetivo avaliar o efeito hemidinâmico do treino de boxe em diferentes tipos de recuperaçao.

Métodos: Participaram do estudo 35 atletas Adultos e, 60 atletas Juvenis, deste último grupo foram 38 não medalhistas (Grupo Juv-NM) e 22 medalhistas (Grupo-Juv-Med), com idade media de (17,5±0,50), Já nos Adultos (atletas acima de 18 anos), foram 11 não medalhistas (Grupo Adul-NM) e 24 medalhistas (Grupo Adul-Med). Para as avaliações utilizou-se como instrumento para coleta dos dados da ansiedade o CSAI-2. Para a avaliação do efeito hemidinamico foram avaliados 16 atletas de boxe submetidos ao treino de boxe e a recuperação passiva, em água fria e através de agulhamento realizados após o treino.

Resultados: Ambos os grupos foram classificados com baixo nível de ansiedade cognitiva 15,92±5,20 (Grupo-NM), 12,77±2,62 (Grupo-Med), ansiedade somática 14,03±4,6320 (Grupo-NM), 12,55±2,46 (Grupo-Med) e com nível alto de autoconfiança 29,42±4,82 (Grupo-NM), 31,59±4,24 (Grupo-Med), quando comparado entre os grupos à única variável que obteve diferença significativa foi à ansiedade cognitiva. Foram encontradas diferenças significativas para a pressão arterial sistólica, frequencia cardiáca, duplo produto entre os diferentes tipos de recuperação. A recuperação em água fria e através de agulhamento apresentaram efeito hemidinamico positivo quando comparado com a recuperação passiva.

Conclusão: Deste modo podemos concluir que a autoconfiança pode interferir nos níveis de ansiedade, tendo em vista que boxeadores medalhistas são propensos a apresentarem menos ansiedade cognitiva que os não medalhistas e que ambos os grupos apresentam níveis altos de autoconfiança. O meio de recuperação pode interferir em indicadores hemidinâmicos.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1228110 - WALDERI MONTEIRO DA SILVA JUNIOR
Externo ao Programa - 3042399 - EDUARDO KALININE
Externo à Instituição - CIRO JOSE BRITO
Notícia cadastrada em: 15/01/2019 09:49
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - bigua2.bigua2 v3.5.16 -r12762-01b8f192c5