Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: WALESKA DOS SANTOS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: WALESKA DOS SANTOS
DATA: 17/01/2019
HORA: 14:00
LOCAL: Departamento de Educação Física
TÍTULO: COMPARAÇÃO DAS RESPOSTAS FISIOLÓGICAS E METABÓLICAS ENTRE OS TREINAMENTOS INTERVALADO DE ALTA INTENSIDADE E O CONTÍNUO MODERADO EM RATOS WISTAR
PALAVRAS-CHAVES: Estresse Oxidativo; Intensidade; Lesão Tecidual; Substratos Energéticos.
PÁGINAS: 78
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Educação Física
RESUMO:

Treinamentos físicos são alternativas para manutenção da saúde e promoção do bem-estar. Dentre os variados tipos de treinamento, esta pesquisa aborda o treinamento contínuo moderado, o qual possui benefícios bastante estabelecidos na literatura, a exemplo de melhora cardiorrespiratória, controle da massa corporal, adaptações bioquímicas e morfológicas; e o treinamento intervalado de alta intensidade, o qual ocupa o terceiro lugar na lista de tendência fitness a nível mundial, este também aponta melhorias morfológicas e fisiológicas. Nesse sentido, é relevante avaliar as variáveis de alterações corporais decorrentes desses dois treinamentos físicos, possibilitando assim, uma prescrição mais eficaz. Lacunas ainda existem no que diz respeito ao efeito desses exercícios, sobretudo utilizando os protocolos específicos desta pesquisa. Sendo assim, os objetivos desta pesquisa foram divididos em 2 estudos: estudo 1 que trata comparação das respostas fisiológicas e metabólicas do Treinamento Intervalado de Alta intensidade (HIIT) e do Contínuo de Intensidade Moderada (CM) em meio líquido de ratos Wistar ambos com 8 semanas de duração, através da quantificação de marcadores de lesão tecidual e estresse oxidativo; o estudo 2 aborda a análise do comportamento de substratos energéticos no HIIT e no CM. Como resultado do estudo 1, obteve-se que os protocolos de HIIT e CM, utilizados neste estudo, promovem lesão muscular em ratos, sendo o HIIT mais predominantemente a nível hepático, em contrapartida, este treinamento promove maior defesa antioxidante neste órgão; o estudo 2 revelou que o protocolo usado no HIIT, promove maior remoção lática e controle glicêmico em relação ao Treinamento Contínuo Moderado. Conclui-se que o HIIT mostrou -se mais benéfico nos parâmetros acima expostos.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2229468 - FELIPE JOSE AIDAR MARTINS
Interno - 1698331 - ANDERSON CARLOS MARCAL
Interno - 2297369 - ROBERTO JERONIMO DOS SANTOS SILVA
Notícia cadastrada em: 08/01/2019 07:55
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - fragata2.fragata2 v3.5.16 -r12712-85cc87cea5