Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: SAULO DA CUNHA MACHADO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: SAULO DA CUNHA MACHADO
DATA: 13/12/2018
HORA: 14:00
LOCAL: AUDITÓRIO DO DEF
TÍTULO: CARACTERIZAÇÃO DE INDIVÍDUOS COM OSTEOARTRITE DE JOELHO: ASSOCIAÇÃO ENTRE AVALIAÇÃO E CIF, REPRODUTIBILIDADE DO TESTE DE ESTABILIDADE DINÂMICA E ASSOCIAÇÃO ENTRE VALÊNCIAS FÍSICAS E QUALIDADE DE VIDA
PALAVRAS-CHAVES: funcionalidade; osteoartrite de joelho; qualidade de vida; valências físicas
PÁGINAS: 60
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Educação Física
RESUMO:

Introdução: A funcionalidade é a capacidade de realizar as atividades de vida diária, respeitando elementos do corpo, suas funções e estruturas, além de fatores ambientais e estruturais, onde qualquer condição de saúde, como a osteoartrite de joelho, pode provocar redução da mesma, associada com influência negativa na qualidade de vida e capacidade física. Nesse contexto foram confeccionados três manuscritos utilizando como prerrogativa relacionar as avaliações de joelho com a funcionalidade, apresentar a confiabilidade do instrumento de avaliação de estabilidade de membros inferiores e gerar uma associação entre qualidade de vida e valências físicas. O Estudo 1 teve como objetivo relacionar os itens avaliados em diversos instrumentos e ferramentas de quantificação de condições relacionadas a articulação do joelho com a Classificação Internacional de Funcionalidae (CIF). Foram codificados avaliações de indivíduos com osteoartrite de joelho através da CIF. Verificou-se que a mobilidade foi a principal categoria relacionada na codificação dos instrumentos e nenhuma das avaliações contemplaram todos os fatores da funcionalidade. O Estudo 2 teve como objetivo verificar a reprodutibilidade de uma avaliação da estabilidade dinâmica de membros inferiores com adaptação para indivíduos com osteoartrite de joelho. Um sistema de suspensão parcial tracionou 10% do peso corporal e foi realizado o Lower Body. Através da análise dos testes estatísticos, pode-se concluir que realizar do teste com as adaptações para avaliação da estabilidade dinâmica de membros inferiores em mulheres que apresentam osteoartrite de joelho é reprodutível. Já o Estudo 3 teve como objetivo verificar se há relação entre valências físicas e qualidade de vida em mulheres com osteoartrite de joelho. Para isso foi realizado análises de regressão com os resultados de testes de valências físicas com o questionário de qualidade de vida específico para osteoartrite de joelho. Os resultados demosntraram que há uma relação entre todas as valências físicas analisadas e o questionário de qualidade de vida, além disso foi possível criar uma fórmula de regressão com essas variáveis. Com isso, podemos então compreender a caracterização de indivíduos com osteoartrite de joelho e gerar relações práticas.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2229468 - FELIPE JOSE AIDAR MARTINS
Interno - 1849740 - ROGERIO BRANDAO WICHI
Externo ao Programa - 2013648 - VITOR OLIVEIRA CARVALHO
Notícia cadastrada em: 30/11/2018 15:08
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - fragata2.fragata2 v3.5.16 -r12692-c69972fb69