Notícias

Banca de DEFESA: THIAGO MACHADO DE ARAÚJO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: THIAGO MACHADO DE ARAÚJO
DATA: 27/04/2018
HORA: 15:30
LOCAL: Auditório do DEF
TÍTULO: EFEITOS DA PREPARAÇÃO FÍSICA SOBRE A PERFORMANCE GLOBAL DE ATLETAS AMADORES DE BASQUETEBOL UNIVERSITÁRIO.
PALAVRAS-CHAVES: Treinamento, Performance, Basquetebol
PÁGINAS: 40
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Educação Física
RESUMO:

O basquetebol é um esporte coletivo, de invasão, intermitente, caracterizado pela sua alta intensidade, devido à qual, o jogador necessita de um bom condicionamento físico para executar ações tanto de demandas físicas como técnico-táticas. No entanto, diferentemente da estrutura favorável disponível para equipes profissionais, equipes universitárias amadoras se deparam com limitações importantes que interferem no treinamento. Desta forma, o uso agregado da preparação física e do treinamento com bola (TCB) em uma mesma sessão de treino parece ser uma estratégia metodológica coerente, e que pode otimizar o tempo de treinamento. Essa abordagem é entendida como treinamento multicomponente (TMC). No entanto, não é claro em que medida o TMC interfere na performance global dos atletas, ou seja, não apenas do ponto de vista das capacidades físicas, mas também levando em conta os aspectos técnico-táticos do jogo de basquetebol. Desta forma, o objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos do TMC sobre a performance de atletas de uma equipe masculina amadora de basquetebol universitário. A amostra foi composta por oito jogadores amadores universitários de basquetebol masculino (idade: 22,7 ± 3,2 anos, estatura: 180,8 ± 7,5 cm, massa corporal: 74,9 ± 4,7 kg) que foram avaliados em três momentos: Apresentação, TCB e TMC, totalizando 29 semanas de pesquisa. As fases TCB e TMC duraram 12 semanas com dois treinos semanais. Cada sessão tinha duração de 90 minutos. Para mensuração da capacidade atlética dos atletas foram utilizados dois testes: o Line Drill Test (LDT) e o Yo-Yo Intermittent Recovery Test level 1 (Yo-Yo IR1). O conjunto desses testes nos fornece informações sobre capacidade anaeróbia, taxa de redução do desempenho anaeróbio (TRDA) e potência aeróbia dos atletas. Para a mensuração da capacidade técnico-tática foram realizados três jogos simulados em quadra toda (um a cada fase), com duração de 10 minutos contínuos. Os jogos foram filmados para posterior análise através do Instrumento de Avaliação do Desempenho Técnico-Tático Individual do Basquetebol - IADBB. As análises estatísticas foram realizadas através de estatística descritiva, ANOVA one-way de medidas repetidas, com post hoc de Bonferroni, sendo aceito um nível de significância de 5%. Posteriormente foi feito o teste T de Student emparelhado para gerar dados para a análise da inferência baseada na magnitude. No tocante às capacidades físicas, os atletas se mostraram mais rápidos na execução do LDT (redução de quase 2,5 s no tempo total) e com um melhor condicionamento aeróbio (aumento de 48,5% na distância percorrida). Nas capacidades técnico-táticas os atletas progrediram no número de ações realizadas no jogo (melhora de 14,16%), somatório de pontos (30,62%), nos componentes Adaptação (28,49%), Tomada de Decisão (24,10%), Eficácia (21,80%) e também no Desempenho Geral (23,44%). Ou seja, após a intervenção os atletas não só apresentaram evolução no condicionamento físico como transferiram essa melhora para a quadra, aumentando assim, em caráter global, sua performance


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1003924 - AFRANIO DE ANDRADE BASTOS
Externo à Instituição - FABRÍCIO VIEIRA DO AMARAL VASCONCELLOS
Presidente - 1546651 - MARCOS BEZERRA DE ALMEIDA
Notícia cadastrada em: 11/04/2018 15:59
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - fragata2.fragata2 v3.5.16 -r12712-85cc87cea5