Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: IZABELLA DE OLIVEIRA VIEIRA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: IZABELLA DE OLIVEIRA VIEIRA
DATA: 23/03/2017
HORA: 07:30
LOCAL: Departamento de Educação Física
TÍTULO: EFEITO DO EXERCÍCIO ISOMÉTRICO SOBRE OS ÍNDICES DE PRESSÃO ARTERIAL E FREQUÊNCIA CARDÍACA EM ADULTOS
PALAVRAS-CHAVES: isometric training, isometric exercise, blood pressure, heart rate
PÁGINAS: 48
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Educação Física
RESUMO:

Introdução: A hipertensão arterial sistêmica está entre os principais fatores de risco para doenças cardiovasculares. Além do tratamento medicamentoso, são propostas outras medidas para seu controle, entre elas o exercício físico. Objetivo: analisar na literatura o efeito do exercício isométrico sobre a pressão arterial (PA) e da frequência cardíaca (FC) de adultos. Métodos: Foi realizada uma busca nas bases de dados: PubMed, Scielo, Scopus e PeDro, por ensaios clínicos publicados até 23 de Maio de 2016 que avaliaram o efeito do exercício isométrico sobre os níveis de PA e FC em adultos. Foram incluídos: artigos com única sessão de exercício isométrico para analise do efeito agudo deste tipo de exercício e com período mínimo de intervenção > 4 semanas para avaliação do efeito agudo realizados em sujeitos com idade >18 anos. Foi utilizado um modelo de efeito fixo para geração da meta-análise e os dados foram reportados em diferenças médias padronizadas com intervalo de confiança de 95%. Resultados: Foram incluídos 5 artigos no estudo I, referente ao efeito agudo do exercício isométrico sobre a PA e FC, e 2 artigos, no estudo II sobre o efeito crônico. No estudo I foram observados aumentos maiores de PA e FC imediatamente após exercícios realizados com maior volume total de isometria e massa muscular envolvida e efeitos hipotensores foram observados cinco minutos após a sessão de exercício isométrico. No estudo II, foram notadas reduções significativas foram observadas apenas na PAS e na PAM, -1,58 [ -2,64 , -0,51 ] , p = 0,004, e -0,91 [-1,58 , -0,24], p = 0,008, respectivamente. Conclusão: Os resultados destes trabalhos sugerem as respostas agudas de PA e FC ao exercicio isometrico são influenciadas pela massa muscular envolvida e pelo volume total de exercicio, bem como que o treino de exercício isométrico é capaz de reduzir significativamente os niveis de PAS e PAM, mas não de PAD e FC, podendo ser utilizado coadjuvantemente no controle da pressao arterial.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1546651 - MARCOS BEZERRA DE ALMEIDA
Interno - 1849740 - ROGERIO BRANDAO WICHI
Externo ao Programa - 1315121 - DIVALDO PEREIRA DE LYRA JUNIOR
Notícia cadastrada em: 16/03/2017 07:58
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - bigua2.bigua2 v3.5.16 -r12692-c69972fb69